sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

18º encontro - vespertino; matutino; noturno

Visita à Bolsa de Valores (01/12 e 02/12)
revisão de contabilidade (03/12) - mantivemos o mesmo sorteio p/ amigo secreto.

NOTURNO - ENTREGA DO AMIGO SECRETO: 10/12/09 ÀS 18 HORAS.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

17º ENCONTRO - NOTURNO, 26/11/09

APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE FINAL DE CURSO E CONFRATERNIZAÇÃO.
sorteio do amigo secreto: AVISO VAMOS TER QUE SORTEAR NOVAMENTE, NO DIA 03 (tirei o meu próprio nome...)
OS GRUPOS APRESENTARAM OS TEMAS: SEGURANÇA NO TRABALHO; GOVERNANTA E A&B.
O GRUPO DE A&B PRESTOU HOMENAGEM AO FUNDADOR DA ESCOLA: PROF. APARECIDO MOLITOR.
FOI MUITO LINDO E EMOCIONANTE. MUITO GRATA.
OS TRABALHOS SUPERARAM A MINHA EXPECTATIVA: VOCÊS JÁ SÃO PROFISSIONAIS DA HOSPITALIDADE, POIS PROPICIARAM UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA.

DEZ PARA TODAS AS EQUIPES.
DEZ D+ ESTRELAS AO GRUPO DE A&B.

GOSTARIA DE PUBLICAR OS TRABALHOS NO BLOG, MANDEM POR E-MAIL:
admhospitalidade@hotmail.com

17º Encontro - Matutino, 25/11/09

Apresentação dos Trabalhos de final de curso e confraternização.
PARABÉNS À TODAS AS EQUIPES. NOTA DEZ!
CASO QUEIRAM PUBLICAR OS TRABALHOS NO BLOG MANDEM PARA O E MAIL:
admhospitalidade@hotmail.com

NÃO ESQUEÇAM QUE NO DIA 02/12/09 ÀS 10 HORAS, VISITAREMOS A BOVESPA
R. XV DE NOVEMBRO, 275.

17º encontro Vespertino 24/11/09

Quem sou eu? fotos, redação, qualidades e cocktail. Apresentação do relatório final de curso.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

15º Encontro - Vespertino (10/11/09); Matutino (11/11/09); Noturno (12/11/09)

CONTABILIDADE: Conceitos, Contas Patrimoniais (Ativo e Passivo), Contas de Resultado (Despesas e Receitas), Lançamentos, Razonetes, Balancete de Verificação.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

VISITA À BOLSA DE VALORES

AGENDAMOS NOSSAS VISITAS À BOLSA DE VALORES, A SABER:
TERÇA-FEIRA, 01/12/09 DAS 15 ÀS 17 HORAS;
QUARTA-FEIRA, 02/12/09 DAS 10 ÀS 12 HORAS;
SÁBADO, 19/12/09 DAS 15 ÀS 17 HORAS

NÃO ME DEIXEM ESPERANDO EM VÃO.
RUA XV DE NOVEMBRO, 275

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

14º Encontro - Noturno - 05/11/09

Cardápio: margem de contribuição; sugestão para aumento de faturamento e lucratividade;
dinâmica das qualidades: Como o grupo vê você. Alguma surpresa quanto a sua reputação no grupo?

14º Encontro - Matutino - 04/11/09

Textos - rh e liderança - trabalho em equipe
custos - cardápio - margem de contribuição: atividade em equipe - aumentar faturamento e lucratividade

14º Encontro - Vespertino 03/11/09

cálculos custo cardápio - margem de contribuição. apostila pg. 64/66

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

13º encontro - vespertino, matutino, noturno: 27,28 e 29/10/09

Aula prática: ficha técnica - prato: 'lanche frio'
elaboração dos lanches, apuração dos custos variáveis, custos fixos e lucro bruto.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Comentários sobre a visita ao San Raphael

Visita Técnica do Curso de Administração na hospitalidadeLocal: HOTEL SAN RAPHAELData: 15 de outubro de 2009No último dia 15 de outubro do corrente eu, juntamente com mais colegas do curso de Administração emhospitalidade, fomos recebidos pela professora Celly Molitor(SINTHORESP) e pela Senhora Josefa Almeida Vieira ( Diretora de Rh do Hotel SAN RAPHAEL), na oportunidade à mesma nos presentiou com a visitaao hotel e suas dependências, os quais podemos observar uma suíte devidamente arrumada completa,para receber seus hospedes com conforto e excelência,oferencendo ao mesmo ambiente climatizado, aromatizado,com utensílios e equipamentos modernos.Podemos conhecer o departamento de A&B, como cozinha, copa, e restaurante, tais quais ficamos encantadoscom as praticas ali realizadas, desde aspecto visual, quanto apresentação de materiais e produtos de uso no setor para servir ao cliente .Tivemos a oportunidade de conhecer através da palestra da Sr Josefa, a missão principal do SAN RAPHAEL.ÉTICA E RESPEITO. São os maiores valores do SAN RAPHAEL isso comprovado através de inúmeros projetosque foram executados no hotel e que sem duvida apresentam no dia-dia resultados satisfatórios, como exemplo:- QUESTIONARIO DE SUGESTOES E RECLAMAÇOES QUE PREMIA O HOSPEDE;- PONTUAÇAO PARA O COLABORADOR ATRAVES DE DEPOIMENTO DE HOSPEDE;- COMITE DE QUALIDADE, ONDE IDENTIFICA QUAIS OS DEPTOS QUE TIVERAM MENOS INDICE DE RECLAMAÇOES;- PROGRAMA DE RECICLAGEM, A EMPRESA ENVOLVEU TODOS OS FUNCIONARIOS A PARTICIPAR DA SEPARAÇAO DO LIXO,O VALOR ARRECADADO É DEPOSITADO E NO FINAL DE CADA ANO É UTILIZADO PARA A FESTA DE CONFRATERNIZAÇAO DE FIM DE ANO;- ORIENTAÇAO NUTRICIONAL PARA FUNCIONARIOS;- ATIVIDADE DE GINASTICA LABORAL EM TODOS OS DEPARTAMENTOS.A conclusão deste trabalho é muito favorável para conhecermos os métodos e procedimentos utilizados em alguns empreendimentos do ramo Hoteleirotendo a visão voltada para o cliente, em sua comodidade, conforto e satisfação.JOSE AUGUSTO DE LIMAALUNO DO CURSO DE ADMINISTRAÇAO NA HOSPITALIDADE.
20 de Outubro de 2009 18:04

Geralda Azevedo disse...
São Paulo,14 de Outubro de 2009Sempre que passava em frente ao hotel, não me sentia maravilhada, pela sua aparência antiga, sem brilho. Pois é!!! , Sou obrigada a reconhecer, que as aparências enganam Já algum tempo atrás sentia curiosidade de conhecê-lo por dentro, Graças a Deus este dia chegou com grande felicidade, hoje posso afirmar, que fiquei encantada e realizada, pela recepção que foi me oferecida no Hotel São Raphael desde a entrada. Logo apareceu alguém que me atendeu e me ajudou a encontrar a equipe e fui recebida com um café saboroso e requintado, com toda atenção nas mesas, a cada troca, um prato diferente.O gerente apareceu para nós dar um Bom Dia e nos deixou a vontade, com certeza nossa visita foi importante para eles. Logo veio a Sra. Jô, diretora de RH , nós deu atenção, mostrou os quartos, como são recebidos os hospedes . Não resta dúvida que o trabalho deles, se encaixam em hotéis de 1º mundo, poucos Gerentes se empenham em tratar primeiro dos funcionários, e discernir suas excelências.Na minha opinião eles são inteligentes, não sentem medo de oferecer aos funcionários carinho, afeto, respeito, eles apostam no retorno..Achei de uma grandeza, exorbitante a participação desde Hotel, com a Sustentabilidade não só em reciclar economizar energia ou água, a grande preocupação, o cuidado no recebimento dos mesmos. A transparência na incitação de impostos, no idoneidade desta empresa. Que certamente ainda conseguirá fazer muitas pessoas felizes.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NOTURNO - 12º Encontro - 22/10/09

1) fotos e comentários s/ San Raphael; 2) Visita à Bolsa de Valores: 02/11/09; 3) trazer foto de quando criança; 4) definir trabalho de final de curso; 5) check-list p/ aula prática de ficha técnica; 6) Ficha de Controle de Estoque: Custo Médio; 7) Ficha técnica; 8) apostila p. 58,64 e 65;
PRÓXIMA AULA: TRAZER INGREDIENTES P/ ELABORAÇÃO DE LANCHE FRIO - FICHA TÉCNICA DO PRATO.

MATUTINO: 12º Encontro

1) fotos e comentários: Diferencial do San Raphael; 2) dê a sequência... 3) foto de quando criança; 4) check list p/ prática de ficha técnica; 5) textos RH/liderança; 6) Estatística com Profa. Marinete.

VESPERTINO - 12º Encontro - 20/10/09

1) Fotos e comentários s/ VT SAN RAPHAEL;
2) Check-list p/ ficha técnica - lanche frio
3) trazer uma foto sua de quando criança na próxima aula
4) definir tema trabalho de final de curso
5) Textos de liderança
6) redação: Quem sou eu?
7) dê a sequencia....
8) qualidades e defeitos:
Quem espera que a vidaSeja feita de ilusãoPode até ficar malucoOu morrer na solidãoÉ preciso ter cuidadoPra mais tarde não sofrerÉ preciso saber viver
Toda pedra do caminhoVocê pode retirarNuma flor que tem espinhosVocê pode se arranharSe o bem e o mal existemVocê pode escolherÉ preciso saber viver
É preciso saber viverÉ preciso saber viverÉ preciso saber viverSaber viver, saber viver!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

VISITA E COFFEE: SAN RAPHAEL - 13,14 e 15/10/2009

Hospitalidade, palavra que pode ser melhor compreendida quando se tem o privilégio de vivenciar os serviços de um grande hotel, recebidos por hoteleiros realmente vocacionados ao servir, ao acolher, à hospitalidade por amor.

Encantados com a gestão do Grupo San Raphael, com o carinho com que fomos recebidos pela Diretora de RH, Sra. Jô , pelo Gerente Geral Sr. Erivan e por toda equipe que nos recebeu. Surpreendidos por vermos tangibilizados o serviço, nossa experiência impar, vivenciada em cada detalhe do Hotel: na limpeza, nos equipamentos, na qualidade dos produtos oferecidos (um coffee delicioso), no aroma agradabilissimo de todas as dependências, no sorriso, na suavidade, na sinceridade e na ética que envolveu a palestra de nossa anfitriã.
Gratos e honrados: assim nos sentimos, por ter ao nosso redor pessoas, profissionais e gestores em cujas competências destaca-se a sensibilidade e a paixão, possiveis só aos grandes lideres.

Parabéns ao San Raphael, vocês são realmente uma família, uma família abençoada!

Um lugar como paraíso, pessoas como anjos...

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

10º Encontro - Noturno - 08/10/09

Avisos: VISITA AO SAN RAPHAEL: 15/10/09, 18 HORAS NA RECEPÇÃO DO HOTEL. LARGO DO AROUCHE, 150. FORMATURA: 16/12/09.
Revisão e exercício de cálculo de folha de pagamento.
reunião das equipes para organização do trabalho de conclusão de curso.

10º ENCONTRO - Matutino - 07/10/09

Cálculos: INSS, IR, SAL. FAMÍLIA, FGTS, HORA EXTRA, ADICIONAL NOTURNO, DSR.
Motivando todos para qualidade, dvd, com Alfredo Rocha.
Aviso Visita: 14/10/09 às 9:00 - Recepção San Raphael, Largo do Arouche, 150. Formatura: 16/12/09 às 15 horas.
Entrega testes - ficou para o proximo encontro: Grupo criativo e Há um Deus.

10º encontro - Vespertino - 06/10/09

Próxima aula: visita ao San Raphael Hotel: 13/10/09 às 16 horas, na recepção do hotel, Largo do Arouche, 150.
Formatura: 16/12/09 às 15 horas, R. Taguá, 282 - auditório
Palestra: Motivando todos para a Qualidade, Dvd Alfredo Rocha
Convenção coletiva, cálculos: INSS, IR, HORA EXTRA, ADICIONAL NOTURNO, DSR, FGTS, SAL. FAMÍLIA, GORJETA: COMPULSÓRIA, ESTIMATIVA.
Presentes: Donata, Célia, Cremilda, Allan, Keyla, Gilson, Helena, Ceci, Eliane.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

CAFÉ SOLIDÁRIO

12/10/09, toda a renda obtida com a venda do café da manhã nos hotéis ibis e Formule 1, será integralmente revertida para a Alfabetização Solidária e para os Doutores da Alegria, respectivamente.Atingir R$ 80.000,00 arrecadados, totalizando 434 alunos adotados, melhorando a vida destas crianças, faça a sua parte.Mobilize com amigos e familiares, a vir tomar café da manhã com a gente R$ 11,00 por pessoa, crianças até 12 anos R$ 5,50.Local: Hotel Íbis ExpoRua Eduardo Viana, 163 - Zona NorteNa ponte da Casa VerdeAo lado Play Center

TODAS AS TURMAS - FORMATURA

DEFINIDA DATA DA FORMATURA: 16/12/09 ÀS 15 HORAS
RUA TAGUÁ, 282 - AUDITÓRIO.

VISITA TÉCNICA & COFFEE BREAK - TODAS AS TURMAS

AGENDADA E CONFIRMADA VISITA TÉCNICA & COFFEE BREAK

SAN RAPHAEL HOTEL
LARGO DO AROUCHE, 150 (Próximo ao metrô República, desce pelo lado da rua do Arouche)

TURMA DA TARDE: 13/10/09 às 16 Horas, na recepção do hotel
TURMA DA MANHÃ: 14/10/09 às 9 Horas, na recepção do hotel
TURMA DA NOITE: 15/10/09 às 18 horas, na recepção do hotel

VALOR DO COFFEE BREAK: R$14,90 + ISS
PALESTRA COM A SRA. JÔ, DIRETORA DE RECURSOS HUMANOS DO GRUPO SAN RAPHAEL.

POR FAVOR SEJAM PONTUAIS. NÃO PODEMOS ESPERAR, POIS A AGENDA DA SRA. JÔ É MUITO CHEIA.

9 º ENCONTRO - NOTURNO - 01/10/09

Cálculos:
Salário família; vale transporte; fgts; inss; imposto de renda; hora extra, adicional noturno, dsr s/ hora extra; dsr s/ adicional noturno; gorjetas compulsório e facultativo (estimativa).
apostila: páginas 31 à 55

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

9º encontro - Vespertino 29/09/09; Matutino 30/09/09

Palestra Sra. Andressa:
Onde cadastrar meu currículo;
Elaborando seu currículo;
Dicas importantes na procura de emprego
Agendando uma entrevista
A hora da entrevista
Métodos de seleção
O que pode acontecer depois da entrevista
O que fazer para manter meu emprego

GRATOS PELA PALESTRA ESCLARECEDORA, SIMPÁTICA E MUITO ÚTIL!!

PARABÉNS ANDRESSA PELA PESSOA E PROFISSIONAL QUE É!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Sobre a Equipotel

Vejam as notícias sobre a nova equipotel.
http://www.novaequipotel.com.br/equipotel_news.php

Recado de Alexandre Priori - formado no curso de Adm.Hospitalidade

Bom dia!
Irmãos e amigos.
A paz do Senhor.
Nesta data de 12/10/09, toda a renda obtida com a venda do café da manhã nos hotéis ibis e Formule 1, será integralmente revertida para a Alfabetização Solidária e para os Doutores da Alegria, respectivamente.
Atingir R$ 80.000,00 arrecadados, totalizando 434 alunos adotados, melhorando a vida destas crianças, faça a sua parte.
Mobilize com amigos e familiares, a vir tomar café da manhã com a gente R$ 11,00 por pessoa, crianças até 12 anos R$ 5,50.
Local: Hotel Íbis Expo
Rua Eduardo Viana, 163 - Zona Norte
Na ponte da Casa Verde
Ao lado Play Center

Alexandre Priori

NOTURNO - 8º Encontro - 24/09/09

palestra: motivando para atendimento/ vendas;
testes: inteligências múltiplas: Há um Deus;
Resultado Rev-par;
PROCESSO ADMINISTRATIVO P. 31/38 - RH - LIDERANÇA
Textos: A busca da excelência na designação pessoal; novos estilos de liderança; liderança em diferentes situações.
Atividade em Equipe: apresentar os temas relativos ao texto recebido.
Presentes: 1) Lane, 2) Cleusa, 3) Englety; 4) Erick; 5) Tatiana; 6) Bia; 7) Viviane Pereira; 8) Viviane Sachse; 9) Claudio; 10)Frank; 11) Dione; 12) Michlle; 13) Francisca; 14) Roberta; 15) Silvana; 16) Maria; 17) Sonia; 18) Claudecir; 19) Camila; 20) Adriana; 21) Emerson; 22) Moises; 23) Eliane; 24) Regiane; 25) Isamara.

Definição dos temas de trabalho de conclusão de curso: 1) Governança: Michele, Silvana, Sonia, Erick, Cida, Frank, Augusto, Claudio, Dione.
2) Cruzeiros: Roberta, Elaine, Claudecir, Camila, Adriana, Emerson, Francisca, Viviane, Moises.
3) A&B: Lane, Clesusa, Bia, Isamara, Englety, Regiane, Viviane, Tatiana, Nice.

PARABÉS ÀS EQUIPES PELA QUALIDADE DAS APRESENTAÇÕES!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Pensamentos, colaboração: Mauricio

As três peneiras...
Olavo foi transferido de projeto. Logo no primeiro dia, para fazer média com o novo chefe, saiu-se com esta: - Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram que ele...
Nem chegou a terminar a frase e o chefe aparteou:
- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das Três Peneiras?
- Peneiras? Que peneiras, chefe?
- A primeira, Olavo, é a da VERDADE. Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram, mas eu acho que...
E, novamente, Olavo é interrompido pelo chefe: - Então sua história já vazou a primeira peneira. Vamos então para a segunda peneira que é a da BONDANDE.
O que vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?
- Claro que não! Deus me livre, chefe! diz Olavo, assustado.
- Então - continua o chefe - sua história vazou a segunda peneira. Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE.
Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante?
- Não chefe. Pensando desta forma, vi que não sobrou nada do que eu iria contar - fala Olavo, surpreendido.
- Pois é Olavo! Já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras?
diz o chefe sorrindo e continua:
- Da próxima vez em que surgir um boato por ai submeta-o ao crivo das Três Peneiras:
VERDADE - BONDADE - NECESSIDADE
Antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante, porque:

PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS
PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS
PESSOAS MESQUINHAS FALAM DAS PESSOAS
autor: SÓCRATES

MATUTINO - 8º ENCONTRO - 23/09/09

PROCESSO DE ALIMENTOS E BEBIDAS - APOSTILA: P. 28/31
PALESTRA: "SOBRE GANSOS E EQUIPES" com o PROFESSOR AIGLON VIVIANI, CHEF DE COZINHA, MEMBRO DE AREGALA, FIC, CONSULTOR GASTRONÔMICO, ....
P A R A B É N S, AIGLON !!!
DVD: COZINHA INDUSTRIAL
PRESENTES: Mauricio, Luis, Camila, Marcia, Josinete, Wilken, Josias, Marluce, Soares, Salvador, Jose SP, Zania, Neia, Fabiana, Joeliton, Iolanda, Nice, Rosileide, Atelvina, Franz, Paulo, Valdir, Geralda, Julio, Maria Jose.
OBS: Tivemos a fala do Diretor Executivo da área Cultural: Sr. Melo, muito motivadora, recebeu aplausos de toda turma.
Fomos fotografados pelo Informativo.
Ouvimos o emocionante depoimento da colega Geralda e depois os comentários, também, emocionantes de: Iolanda, Camila, Luis, José SP, Mauricio... enfim M U I T O C H I!!!!

ESSA TURMA JÁ ESTÁ DANDO O QUE FALAR! ( o amor está no ar!)

VESPERTINO - 8º encontro - 22/09/09

Processo de Alimentos & Bebidas - apostila p. 28/31
dvd - Como montar uma cozinha industrial
Palestra "Sobre gansos e equipes" com o Professor Aiglon Viviani - Chef de Cozinha e membro da Associação de Restaurantes da América Latina, da Federação Italiana de Cozinha, Professor de Culinária do Sinthoresp, consultor na área de cozinha e gastronomia.
PARABÉNS PROFESSOR VIVIANI!

Presentes: Maria José, Célia, Eduardo, Cremilda, Genuino, Zeneide, Keyla, Helena, Eliane, Ceci, Donata, Fernando, Gilson.

"A CONSCIÊNCIA DE QUE TODOS TÊM UMA CONTRIBUIÇÃO A DAR PARA O CUMPRIMENTO DO GRANDE PLANO"

ARTIGO WALCYR CARRASCO (dicas de Janaína)

Sou guloso, não nego. Pesquiso receitas, descubro restaurantes. Gosto de comida de botequim benfeita e fujo de lugares onde a decoração é mais importante que a cozinha. Aprendi uma regra desde cedo: com peixes, vinho branco; com carnes, tinto. Mas regras existem para ser quebradas, na vida e no paladar. E por muito tempo deixei a intuição fazer a alegria de meu estômago.
Mas agora entrou em moda a harmonização. A escolha de um cardápio se tornou tão complexa quanto meu primeiro vestibular. O termo vem de harmonia. Segundo o dicionário Aurélio: "Conjunto ou sucessão de sons agradáveis ao ouvido; ciência da formação e encadeamento dos acordes". Em gastronomia, significa conciliar bebidas com pratos. Na teoria, é lindo. Na prática, uma chatice. Faz a alegria dos gastrochatos, que gostam de exibir dotes culinários. Esses tipos, tão em voga atualmente, gostam de falar difícil para mostrar que sabem mais. Eis um comentário típico:
– Esse vinho mais encorpado, de notas vibrantes e muita personalidade, é ideal para acompanhar carnes com sabor intenso.
Deu para captar? É uma linguagem mais difícil de destrinchar que um peru de Natal! Eu me pergunto se a pessoa sabe o que está falando. O que é realmente a personalidade de um vinho? Como resolver o dilema de um camarão, suave ou intenso, dependendo da receita? Fui a um jantar em um hotel em que, a cada prato, se servia um vinho diferente para, justamente, harmonizar. Lembro-me vagamente: fui carregado para meu apartamento.
No caso dos vinhos há uma tradição para combinar pratos e rótulos. Os enólogos conhecem o assunto. Mesmo sendo muito engraçados ao descrever vinhos de forma um tanto obscura. Antes de beber, fico torcendo o nariz em busca do tal "aroma levemente frutado" e depois estalo a língua à espera das "notas de cacau e madeira". E aguardo o sabor "intenso e vibrante": vou levar um choque e sair pulando? Quando recebo propaganda, penso: alguém acha que, se eu não entender, vai vender mais?
Mas e os azeites, chás e cafés? Não se pode mais escolher um bom extravirgem para a salada. É preciso saber se combina, a origem, a característica... Já fui a degustação de azeites em que me fizeram provar uma colherinha de cada tipo. No final, se me dessem óleo diesel, não perceberia a diferença. Es-pe-cialistas em chás insistem até em harmonizá-los com meu estado de espírito. Ouvi o conselho de um especialista:
– A escolha do chá deve ser minuciosa, para pacificar sua alma ou despertar sua força interior...
Mais fácil bater na porta de um pai de santo!
E os cafés? Adoro tomar café desde garoto. Sempre fui feliz. Agora descobri que não passo de um ignorante. Tal como os vinhos, os tipos de café exigem conhecimentos enciclopédicos. Não são mais fortes ou fracos. Mas "aveludados", "com notas de cereais", "amadeirados", "intensos", "suaves" ou "persistentes". Segundo a descrição dos vendedores, alguns "têm caráter". Bem... Com tanta falta de gente com caráter, é bom saber que pelo menos o café tem!
Quando algum chato discorre sobre minúcias da harmonização, eu pergunto:
– E minha intuição, onde fica? E meu gosto pessoal?
Tudo bem: conciliar paladares tem seu valor. Mas não deve ser obrigação ou símbolo de status. Uma boa refeição é uma experiência de vida, que não pode ser reduzida a uma ciência exata de combinações de sabores. Para mim, a harmonização que conta é entre os amigos à mesa, onde a refeição e a bebida são parte do afeto que quero compartilhar.
Walcyr Carrasco - Veja São Paulo - 23/09/09

Dicas da Janaína

Que tal preparar em casa pratos de alguns dos melhores endereços da cidade? A seção Como Se Faz, lançada em 2007, reúne mais de oitenta receitas criadas na cozinha de bares e restaurantes paulistanos. Passo a passo, os segredinhos de grandes chefs são revelados em vídeos e textos complementares. Há opções de entradas, pratos principais e sobremesas de várias especialidades, todas fáceis de reproduzir. A seleção inclui o suculento bacalhau ao forno, do Antiquarius (à esq.), os delicados raviólis de manga com queijo de cabra, do contemporâneo Maní (ao centro), e as tentadoras caipirinhas do barman Souza, do Veloso. Assista e confira.www.vejasaopaulo.com.br/comosefaz

O site ainda oferece Agenda cultural, dentre outras coisas!!!

Acesse !!!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

7º ENCONTRO - NOVA EQUIPOTEL 2009

MATUTINO: 16/09/09
VESPERTINO: 15/09/09
NOTURNO: 17/09/09
AGUARDO COMENTÁRIOS!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

NOTURNO - 6º - 10/10/09

ENCONTRO EQUIPOTEL: 17/09/09, AS 17 NA ESCOLA, OU AS 18 NA ENTRADA DA EQUIPOTEL.
PROCESSO: ALIMENTOS E BEBIDAS
PALESTRA: Professor de Gastronomia e Chef de Cozinha AIGLON VIVIANI
vídeo: Cozinha
Apostila: p. 28/31

MATUTINO - 6º - 9/9/09

ENCONTRO EQUIPOTEL: 16/09/09, AS 12 HORAS NA ESCOLA, OU AS 13 NA ENTRADA DA EQUIPOTEL.
TREINAMENTO EM RESERVAS E RECEPÇÃO; CASE:PLANO DA GOVERNANTA; TRILHANDO A HOSPITALIDADE - PROCESSO DE HOSPEDAGEM, APOSTILA P. 27/28; 80/85;
Prioridades para abrir um negócio: Pesquisa de Mercado, Viabilidade Financeira, Tipo e categoria do negócio, público-alvo, produto/serviço (diferenciais), localização, promoção, preço e distribuição.
Presentes: Mauricio, Luis Alberto, Josinete, Camila, Marcia, Loiola, Josias, Fabiana, Marluce, Soares, Iolanda, Hildezânia, Marleide, Gilvania, Valdir, José SP, Atenilda, Maria José, Julio Cesar, Antoni, Irenice, Geralda, Natália, Paulo.
Slogan do Restaurante Atemporal: Onde o tradicional e o novo se harmonizam.
Poema de fechamento do trabalho em equipe: "Trilhando a Hospitalidade"
"O menino próspero"
ELE É PRÓSPERO EM TUDO O QUE FEZ E FAZ.
DO POUCO TEVE MUITO, DO MUITO TEM TUDO.
DO TUDO É FELIZ, SEM O TUDO ELE É TUDO.
PORQUE O PAI CELESTIAL É TUDO
E ELE O FILHO DO PAI É TUDO.
MUNDO RICO, PRÓSPERO DE TUDO,
TUDO QUE DEUS DEU A ELE
O FILHO DA LUZ CRISTICA
E MESTRE DO PÃO DA VIDA
LÁPIS DE DEUS.
JOSÉ SÃO PEDRO

VESPERTINO - 6º - 08/09/2009

ENCONTRO EQUIPOTEL: 15/09/09, 15 HORAS NA ESCOLA, OU AS 16 NA ENTRADA DA EQUIPOTEL.
PROCESSO DE HOSPEDAGEM: APOSTILA P. 27, 28,80,81,82,83,84,85.
TREINAMENTO EM RECEPÇÃO E RESERVAS;
CASE: PLANO DE GOVERNANTA; DRAMATIZAÇÃO: TRILHANDO A HOSPITALIDADE.
PRESENTES: Néia, Eliane, Gilson, Helena, Zeneide, Allan, Edu, Donata, Simone, Fernando, Célia, Keyla e Cremilda.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

NOTURNO - 5º encontro - 03/09/09

Presentes:
1) Nice; 2) Lane; 3) Cleusa; 4) Claudio; 5) Frank; 6) Erick; 7) Regiane; 8) Tatiana; 9) Bia; 10) Viviane; 11) Vagner; 12) Englety; 13) Dione; 14) Rogério; 15) Augusto; 16) Moises; 17) Micheli; 18) Francisca; 19) Carlos; 20) Sonia; 21) Maria; 22) Elaine; 23) Adriana.
C H O V E.....
Prioridades ao se pensar em abrir um negócio: Pesquisa, viabilidade econômica, tipo de negócio (categoria), público-alvo, localização, produto/serviço: diferenciais; promoção, preço, distribuição.
Exercício para casa: calcular rev.par, cf. tabela entregue.
Processo de Hospedagem: dvd: treinamento em reservas e recepção; atividade 'plano de governança'; trilhando a hospitalidade (dramatização de texto, apostila pg. 80).

APESAR DA CHUVA...
PARABÉNS AOS PRESENTES!

Matutino - 5º encontro - 02/09/09

Presentes: 1)Mauricio; 2) Josinete; 3) Camila; 4) Loyola; 5) Irenice; 6) Josias; 7) Luis; 8) José SP; 9) Marluce; 10) Soares; 11) Adelma; 12) Wilken; 13) Marleide; 14) Joeliton; 15) Gilvania; 16) Salvador; 17) Paulo; 18) Zania; 19) Maria José; 20) Antonio; 21) Fabiana; 22) Atenilda; 23) Geralda; 24) Julio Cesar; 25) Frans.
I) Gestão de pequenos meios de hospedagem; II) Marketing &Vendas: DM; Rev.Par; Market Share; III) Características dos SErviços; IV) 5S's; V) Atividade em Equipe:
1) Loyola, Mauricio, Wilken, Josias, Camila e Josinete: Restaurante Atemporal
Público-Alvo: AeB - familia; alta culinária, região jardins; funcionamento (11:30 às 24 horas); atendimento informal; equipes treinadas 3 meses antes do soft opening; todos colaboradores provarão todos os pratos do cardápio; decoração moderna; divulgação midia em geral; parcerias para divulgação (alguns produtos utilizados na casa oferecerão cortesias p/ jantar no "Atemporal"); promoções e cortesias no soft opening.
2) Julio Cesar, Maria Jose, Atenilda, Geralda, Zania, Marleide: Restaurante "Típicas do Brasil"
Comidas típicas do Brasil: uma de cada Estado: A la carte, cafeteria, cachaças de todos os estados, cervejas diversas regiões; eventos com Chefs de Cozinha de cada estado, permuta com a mídia (jornalistas); música vivo das diversas regiões, cartão fidelidade, souvenir: bonecos que representam a cultura de cada estado. Longo prazo: franquias no exterior. Localização Moema (5Ss + 4: Satisfatório, Surpreendente, Sensacional, Saboroso)
3) Antonio, Jose SP, Fabiana, Luis, Irenice: Boutique de Pães
Público-Alvo: Classe "A"; Inspiração: Paris, em São Paulo; Localização: Oscar Freire; Arquitetura planificada c/ Tour Eiffel; Qualificação Profissional: Escola de Paris; incentivo aos colaboradores: viagens, salários acima dol mercado; Divulgação: midia especializada; Souvenir: miniaturas Torre Eiffel; Reuniões diárias preventiva de gargalos (ouvir colaboradores) a busca da excelência; Administração participativa/democratica; longo prazo "franquias" em hotéis.
4) Salvador, Paulo,Frans; Soares, Gilvania, Marluce: Café
Grãos especiais; preços promocionais 3 meses; localização:centro velho; ambiente rústico, acolhedor, espaço p/ leitura, internet, poltronas confortáveis; divulgação: revistas, jornais, internet; serviço de barista, atendimento simpático 'prazer em servir' (perfil proativo); motivação, valorização, participação nos lucros; hostess, valet, nutricionista (consultoria), padrão, qualidade.

POR FAVOR NÃO ANOTEI OS SLOGANS: POR FAVOR ENVIAR POR E-MAIL:

PARABÉNS!!!!!!!

VESPERTINO - 5º encontro - 01/09/09

Presentes: 1)Simone; 2)Maria; 3) Carla; 4) Eduardo; 5) Célia; 6) Carlos; 7) Rosangela; 8) Keyla; 9) Neide; 10) Edivaldo; 11) Gilson; 12) Genuino; 13) Helena; 14) Neia; 15) Ceci; 16) Cremilda.
Processo Comercial: Marketing & Vendas; Market Share; Diária Média; Rev.Par; Características do Marketing de Serviços: Intangibilidade; Inseparabilidade; Perecibilidade; Variabilidade;
dvd: Gestão de Pequenos meios de hospedagem: Qualidade interiorizada e os 5 S's.
Atividade em equipe:
I) Gilson, Neia, Ceci, Genuino, Keyla: Choperia Da Neia; II) Edu, Simone, Célia, Cremilda, Maria: Cafeteria & Revistaria Oscar Freire; III) Carlos, Carla, Helena, Edivaldo, Neide, Rosangela: Botequim da Vida.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

NOTURNO - 27/08/09 - 4º encontro

Presentes: 1) Adriana Carla dos Santos Quintiliano; 2) Antonio Soares; 3) Beatriz Marques dos Reis; 4) Camila Xavier Costa; 5) Carla Vanessa Barros da Silva; 6) Carlos Antonio da Silva; 7) Claudecir dos Santos Silva; 8) Claudio Roberto de Jesus; 9) Cleusa Rocha; 10) Dione dos Santos Silva; 11) Emerson Ribeiro da Silva; 12) Englety Lúcia do Carmo Souza; 13) Erick Silva do CArmo; 14) Francisca Maria Santos da Costa; 15) Frank Santos Xavier; 16) Isamara Vieira Ferreira Silva; 17) Jose Augusto Lima; 18) Maria Aparecida de Souza Lima; 19) Michele de Andrade Silva; 20) Moises Antonio do Nascimento; 21) Rogério da Silva Santos; 22) Rozidete Barreto dos Santos; 23) Sonia Maria Santiano Azevedo; 24) Tatiana Cristina Ferreira de Souza; 25) Vagner Fronzoni Sans; 26) Viviane Pereira de Oliveira; 27) Regiane; 28) Viviani Sachse.

I- Processo Comercial: Marketing & Vendas
1)Características dos Serviços: Intangibilidade; Inseparabilidade; Variabilidade; Perecibilidade;
2) Case Real: Accor Hotels - Vendas e Marketing, por Paulo Salvador, diretor de Marketing e Vendas. Introdução da marca Mercure, de categoria midscale, no Brasil, com a abertura do Mercure Grande Hotel São Paulo Ibirapuera, em 1998. Os quatro pilares fundamentais do marketing: produto/serviço; distribuição; promoção e preço.
Empreendimento moderno, com tecnologia de ponta e instalações confortáveis. Distribuição utilizou todos os recursos tecnológicos, em todos os sistemas eletrônicos de reservas. Na área comercial (informações detalhadas sobre a concorrência p/ destacar os seus diferencias), promoção de vendas (tarifas competitivas, envolvimento dos agentes de viagem), marketing direto e assessoria de imprensa. Soft opening com diárias 40% inferiores às da concorrência.
3) Indicadores do desempenho do hotel: Diária Média; Rev.Par; Taxa de Ocupação; Market Share. Vide apostila da página 22 à 25;
4) Artigo: RevPar: indicador relativo - Paulo Melega;
5) Atividade em equipes: Sua equipe vai abrir um "negócio", definam suas prioridades:
a) Emerson, Viviane, Carlos, Bia, Isamara, Cleusa, Tatiana, Rozi:Restaurante - Bistro; Público a/b; Localização: Jardins; Produto/Serviços (diferenciais: carta de vinhos franceses; política de gestão ambiental [reciclagem óleo, lixo;controle consumo energia) e responsabilidade social]; Estrutura administrativa (tecnologia; treinamentos) Fornecedores/parceiros (qualidade e comprometimento), Abrir capital - bolsa de valores; Promoção: Tv, revistas, folders, Estrutura paraEventos; Política comercial foca a fidelização dos clientes.
Missão: atender com excelência. Retorno do Investimento em 3 anos; planejamento estratégico: abrir filiais a médio e longo prazos.
b) Moises, Antonio, Claudemir, Camila, Francisca, Adriana e Viviane S.L.: Pub Liverpool; Localização: Ibirapuera (av. Brasil), com estacionamento exclusivo; diferenciais: Jogos de mesa, sinuca, dardos, happy hours, cervejas do mundo todo, cerveja artesal compondo a decoração da casa; permuta com jornalistas (cocktais cortesia); música ao vivo; administração focada na valorização dos talentos (benefícios, treinamentos motivacionais) consequente satisfação do cliente, promoção diferenciada p/ q os fumantes voltem (segredo).
c) Englety, Michele, Claudio, Vagner, Erick, Regiane, Frank: R.B.Maia - Restaurante & Bar, com 3 ambientes (2 salões p/ eventos 1 salão restaurante piso térreo); Happy hour, música ao vivo 5a e 6a; cardápios diferenciados e flexiveis às demandas; Promotor de Eventos, reservas, flexibilidade para atender expectativas dos clientes; divulgação mala direta. Política de descontos; gestão de rh (treinamentos visando excelencia atendimento, funcionário do mês). Localização Centro novo (av. Paulista);
d) Augusto, Carla, Rogerio, Dione, Maria, Sonia: Restaurante Vegetariano; Público alvo (vegetarianos, curiosos na tendência de alimentação saudável; outros em potencial - Classe A/B);
produtos orgânicos; excelência no atendimento; Preços correspondentes ao valor; Divulgação: Academias, midia geral, permutas jornalistas, midia aeroporto, visitas a parques - esportes radicais. Pesquisa de mercado. Posicionamento da marca focando diferenciais; rigidez na escolha dos fornecedores; profissionais especializados nos serviços ; visão: Qualidade de Vida.

PARABÉNS PELA ATIVIDADE.
Próximo encontro: fechamento do tema.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

MATUTINO - 4º encontro - 26/08/09

1) Leitura e reflexão: frases de grandes pensadores;
2) As 7 leis espirituais para o sucesso Deepak Chopra (I- Fonte de toda criação: sonho, incerteza, criatividade, imaginação, liberdade, evolução; II- Dar e Receber (fluir); III- Ação e Reação (karma); IV)Menor esforço; V) Intenção, desejo; VI) Distanciamento (sair do caos); VII) Darma - propósito de vida/missão.
3) Classificação dos meios de hospedagem; 4) Estrutura organizacional dos meios de hospedagem
4) Diagnosticar gargalos e propor soluções; 5) Key words: dm (diária média); diária balcão.
Presentes:
1) Mauricio; 2) Luis Alberto; 3) Irenice; 4) José SP; 5) Loyola; 6) Ivo; 7) Soares; 8) Marluce; 9) Adelma; 10) Márcia; 11) Yolanda; 12) Zania; 13) Frans; 14) Camila; 15) Gilvania; 16) Arildo; 17) Paulo; 18) Atenilda; 19) M.José; 20) Joeliton; 21) Jairo; 22) Vilma; 23) Valdir; 24) Geralda; 25) Júlio César; 26) Natália.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

VESPERTINO - 4º ENCONTRO - 25/08/09

Presentes: 1) Cremilda; 2) Maria; 3) Eduardo; 4) Donata; 5) Ivania; 6) Simone; 7) Allan; 8) Claudenice; 9) Helena; 10) Neide; 11) Gilson; 12) Genuino; 13) Janaina; 14) Carlos; 15) Ceci; 16) Neia; 17) Eliane.
I) As sete leis espirituais do sucesso: 1)Fonte de toda criação (sonho, criatividade, imaginação, liberdade, evolução); 2) Dar e Receber (fluir); 3) Ação (karma) e reação; 4) Menor esforço; 5) Intenção (desejo); 6) Distanciamento; 7) Darma - proposito de vida (missão).
II) apresentação e leitura de frases; III) Classificação dos Meios de Hospedagem (pag. 19 da apostila); Estrutura organizacional dos meios de hospedagem; processos: Hospedagem; Comercial; Alimentos e Bebidas; Administração; IV) Atividade em equipe: Diagnosticar e solucionar 3 gargalos - Equipe 1: Hospedagem; 2: Comercial; 3: Administração.
V) Key words: Taxa de ocupação, diária média; rev-par; market share; overbooking; no show; up-grade; walk-in; FNRH; walk-in; discrepância; mapa de ocupação.
Próximo encontro: Market Share; relato de aula (3 voluntários).

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

NOTURNO - 3º Encontro - 20/08/09

Presentes: 1) Nice; 2) Lane; 3) Dione; 4) Cleusa; 5) Regiane; 6) Cláudio; 7) Tatiana; 8) Bia; 9) Michele; 10) Erick; 11) Mônica; 12) Viviane; 13) Moises; 14) Augusto; 15) Frank; 16) Andrea; 17) Rogério; 18) Cida; 19) Alex; 20) Antonio; 21) Viviane Sachse; 22) Elaine; 23) Francisca; 24) Claudecir; 25) Adriana; 26) Englety.
I) Pequisa site: http://www.abih.com.br/ - classificação dos meios de hospedagem - VIDE APOSTILA;
II) Fluxo de caixa: Providenciar recursos: Coffee break = R$15,00; Ficha técnica (elaboração de lanche) R$ 5,00; Apostila R$20,00; Camiseta R$10,00; Evento de final de curso (trabalho em equipe) R$ 10,00 - total R$60,00 (participar dessa equipe R$ não tem preço).
III) Motivando às mudanças: palestra (Alfredo Rocha) e brainstorming - aplicação do "CA" do PDCA, Controlar e agir no sentido de flexibilizar, mudar o que deve ser mudado: os gargalos, os bloqueios, os fluxos defeitosos, os sistemas falhos, o que não é mais eficaz).
IV) Cassificação (Super Luxo, Luxo, Superior, Turístico, Econômico e Simples - vide site ABIH/EMBRATUR).
V) Estrutura organizacional: Processos: Hospedagem; Alimentos e Bebidas; Comercial/Marketing; Administrativo.
VI) Jogo: Duas equipes - 3 setores pertencentes a cada processo e propor ação para sanar gargalo apontado. Houve empate: dividimos o prêmio.
VII) Apresentação do filme: As sete leis espirituais do Sucesso, DEEPAK CHOPRA, até a 4a lição - no próximo encontro veremos às 5, 6 e 7.

AGRADEÇO AOS PRESENTES E LAMENTO ÀS INÚMERAS FALTAS. HOUVE APENAS UMA JUSTIFICATIVA. ONDE ESTÃO OS OUTROS FALTANTES? POR QUE FALTARAM?

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

MATUTINO - 3º Encontro - 19/08/09

Presentes: 1) Mauricio; 2) Luis Alberto; 3) Loiola; 4) Elcymar; 5) Marcia; 6) Arildo; 7) Soares; 8) Marluce; 9) Adelma; 10) Rosileide; 11) Hildizania; 12) Jose Wilken; 13) Sheila; 14) Salvador; 15) Atenilda; 16) Marleide; 17) Maria José; 18) Joeliton; 19) Fabiana; 20) Julio Cesar; 21) Jairo; 22) Natália; 23) Geralda; 24) Caroline; 25) Valdir; 26) Paulo; 27) Frans; 28)Silvia; 29) Josinete; 30) Jose São Pedro; 31) Irenice; 32) Iveudo; 33) Vilma
I) motivando às mudanças; II) Mensagens; III) Brainstorming s/Mudanças; IV) PDCA: Planejar (idéia, sonho, objetivo, querer); Desenvolver (atração: harmonizar querer e atitude) batei, buscai - evidências (ética, cidadania, hospitalidade, autoconhecimento); Controlar: avaliação, autoavaliação, métodos, sistemas, fluxos; Agir - ação corretiva: flexibilidade às mudanças necessárias.
Perfil e Gestão dos talentos: vocação à missão - até chegar lá (adiar prazeres), manter autodisciplina; identificar pontos fortes e fracos (gargalos, desafios, erros, obstáculos).
ARS COGITANDI - "EU SUPERIOR" A VERDADE A RESPEITO DE SI MESMO.

O PADRÃO INTELIGENTE É FLEXIVEL. O PADRÃO 'IGNORANTE' NÃO DELEGA AUTORIDADE. A NECESSIDADE DO 'EMPOWERMENT' - NECESSÁRIO: OUVIR (EMPRESAS QUE APRENDEM), PROCESSO EMPÁTICO (COLOCA-SE NO LUGAR DO CLIENTE, DO COLABORADOR, DA SOCIEDADE ORGANIZACIONAL)
PROCESSO DE MUDANÇA: IN/OUT - TRANSFORMA, EVOLUI, TRANSFORMA-SE.
BLOQUEIOS: ORGULHO, EGOÍSMO, MEDO, INVEJA = VENENO
AUTOCONHECIMENTO = REMÉDIO = AMOR EM ATIVIDADE

V) DIANÉTICA - REFLETIR
VI) ATIVIDADES: RELATO DE AULA (RELATO DE CURSO = AVALIAÇÃO FINAL)
VII) FLUXO DE CAIXA: PROVIDENCIAR FUNDOS $ PARA COFFEE BREAK; FICHA TÉCNICA; EVENTO DE FINAL DE CURSO; APOSTILA E CAMISETA.

TURMA CHIEADA! MUITO CHI!
PARABÉNS!

VESPERTINO - 3º ENCONTRO - 18/08/09

1) dvd motivando às mudanças; 2) reflexões s/ mensagens; 3) brainstorming s/ Mudanças; 4) Identificar gargalos; processo de mudança: sistemas, fluxos, (in- out); bloqueios às mudanças (medo, orgulho, egoísmo, inveja); antidotos (autoconhecimento) - bloqueios na comunicação - o que se fala (discurso) o que se expressa (atitude); 5) Estrutura organizacional do hotel e a importância da administração (pilar, estrutura, suporte a todos os processos do hotel)
6)Dianética.
VOCÊ POSSUI O PODER DE MUDAR SE DECIDIR MUDAR (COMPROMISSO DE DESCOBRIR A VERDADE A RESPEITO DE SI MESMO).
ARS COGITANDI (ARTE DE PENSAR)
Presentes: Ana Paula, Maria José, Donata, Ivania, Eduardo, Rosangela, Célia, Simone, Neide, Genuino, Gilson, Claudenice, Janaina, Helena, Ceci, Néia, Eliane, Hélio, Cremilda, Keyla.
muito CHI!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

NOTURNO - 13/08/09 - 2º ENCONTRO

1) DVD - motivando todos para missão - palestrante: Alfredo Rocha;
2) Distribuição, leitura e reflexão de mensagens;
3) Aviso sobre eventos: FIESP E EQUIPOTEL;
4) RA/RU - eliminar o que nos incomoda; CHI - atrair o que queremos
4) Brainstorming s/ motivação à missão
5) Analogia entre a missão da pessoa jurídica e física: PDCA (ferramenta da administração) - Planejar; Desenvolver; Controlar e Agir:
NINGUÉM PODE SER UM GRANDE ADMINISTRADOR SE FOR SÓ UM ADMINISTRADOR (HAYEK)

VOCÊ POSSUI O PODER DE MUDAR SE DECIDIR MUDAR (COMPROMISSO DE DESCOBRIR A VERDADE A RESPEITO DE SI MESMO)

(EU SUPERIOR)
SONHO; OBJETIVO; QUERER; PEDIR
P L A N E J A R

ATRAÇÃO
HARMONIZAR O QUERER COM AS ATITUDES
AUTOCONHECIMENTO
ÉTICA
CIDADANIA
HOSPITALIDADE
D E S E N V O L V E R

ANALISAR
VIGIAR
CRIAR SISTEMAS DE DIAGNÓSTICO E AVALIAÇÃO
DISCIPLINA (AUTODISCIPLINA)
C O N T R O L E

AÇÃO CORRETIVA
FLEXIBILIDADE
REALINHAR
AJUSTAR O PLANEJAMENTO
TOTS (TESTA, OPERA, TENTA novamente e Sai fora)
A G I R

O QUE IMPEDE DE ATRAIRMOS A REALIZAÇÃO DOS NOSSOS SONHOS, OBJETIVOS, PLANEJAMENTO???
Os bloqueios: MEDO; ORGULHO; EGOÍSMO; INVEJA

Uma empresa que tem medo de inovar; que tem orgulho em demasia e não aceita mudar (sou o máximo); trair às parcerias - tirar vantagem em tudo; invejar e sabotar (falta de ética) à concorrência.


6) dvd: DIANÉTICA - um guia visual para a mente (uma apresentação audiovisual baseada no livro Dianética de L. Ron Hubbard) - http://www.dianetica.org.br/


FOI UM ENCONTRO CHEIO DE "CHI!" - GRATA A TODOS!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

MATUTINO - 12/08/09 - 2º encontro

1) distribuição mensagens, apresentações, reflexões;
2) RA/RU - CHI
3) palestra motivando todos para a missão - Alfredo Rocha - http://www.ondec.com.br/
4) brainstorming sobre a 'missão' na empresa: experiência dos colegas e comentários, pudemos garimpar:
a) liderança e delegação: necessária comunicação das regras, o que deve ser feito (analogia com Exodos - Moises e Jetro), resultados desejados; TOTS (Testa, Opera, Tenta novamente e se não der certo Sai fora); necessidade de conhecer as dificuldades dos outros setores (crosstraining); A importância dos controles (inventário, por exemplo, sem exageros). Case do Café (contagem dos palitos de dentes). O caso do 'vai assim mesmo' a falta de compromisso com a missão.
5) Palestra da coordenadora Janaína Cavallin.
6) AVISOS EVENTOS FIESP E EQUIPOTEL
alunos participantes:
1) Mauricio; 2) Luis Alberto; 3) Adelma; 4) Elcimar; 5) Elivelto; 6) Fabricia; 7) Fabiana; 8) Gilvania; 9)Vilma; 10) José Winker; 11) Valdir; 12) Sheila; 13) Hildizania; 14) Marleide; 15) Josias; 16) Josinete; 17) Camila; 18) Salvador; 19) Marluce; 20) José; 21) Jairo; 22) Maria José; 23) Júlio Cesar; 24) Irenice; 25) Atenilda; 26) Natalia; 27) Joeliton; 28) Geralda; 29) Paulo; 30) Caroline; 31) Jose Iveudo (Ivo); 32) Frans

O encontro foi bastante produtivo. Parabéns!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

VESPERTINO - 2º ENCONTRO - 11/08/09

1) Mensagens para leitura, reflexão e apresentação aos colegas;
2) AVISO EVENTOS: a) Mostra Fiesp/Ciesp de Responsabilidade Socioambiental, de 25 a 27 de agosto/2009 - inscrições: www.fiesp.com.br/socioambiental/congresso.
b) nova Equipotel 2009 - 47a edição: inscrições: www.novaequipotel.com.br/visitantes

3) PDCA: Planejar, Desenvolver, Controlar e Agir: Objetivo/missão; Atitute/evidências; Disciplina/persistência: autoconhecimento (bloqueios: medo, orgulho, egoísmo); Ação corretiva: processo de mudança.
4) Fluxo de Caixa
5 ) Palestra Coordenadora Janaína: esclarecimentos sobre a escola
6) Solicitação de relato: o que aprendi; colocar no papel um objetivo e as evidências de que caminha para torná-lo realidade (planejamento).
RA, RU.

CHI! muito CHI para todos!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

2º semestre 2009 - NOTURNO: 06/08/09

PRIMEIRO ENCONTRO TURMA NOITE.
Recebemos um docinho e uma mensagem. As mensagens foram lidas, refletidas e aproveitamos para nos apresentar. Todos foram bemvindos!
A facilitadora junto com os colegas foram lendo o texto: "Hospitalidade & Cidadania".
Formamos equipes e respondemos às questões apresentadas. Aprendemos muito e pudemos perceber a riqueza do grupo e das conclusões.
Fizemos um exercício de neurolinguística: Chart A B C... (direita, esquerda, juntas).
Jogamos fora: RA/ RU
interiorizamos: CHI (energia vital)
Próximo encontro: anotar receitas e despesas.
ATÉ...

segundo semestre 2009 - matutino: 05/08/09 - 1º encontro

Nesse primeiro encontro nos conhecemos, pelo menos um pouco, nossos nomes, o que fazemos, algumas expectativas nesse curso. Cada um de nós leu sua mensagem e, por via das dúvidas, recebemos um docinho - para o caso de alguma delas nos amargar a boca.
Refletimos, no círculo humano que formamos, sobre hospitalidade e cidadania. Reunimos algumas equipes e cada uma apresentou sua conclusão sobre o tema. Essa troca foi muito rica!
Para o próximo encontro vamos anotar nossas despesas e receitas para melhor entendermos o funcionamento do fluxo de caixa.
Fizemos o exercício: chart pnl - A B C D E F G H I J K L M (direita, esquerda, juntas)
Jogamos fora o que estava nos incomodando com: "RA / RU" e buscamos atrair do universo aquilo que desejamos com: "Chi" (energia vital)
ESSA TURMA VAI DAR O QUE FALAR!
PARABÉNS!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

primeira aula - segundo semestre 2009 - VESPERTINO: 04/08/09

Nesse primeiro contato nós conhemos um pouco mais nosso Sindicato e sua escola.
Todos nos apresentamos, cada um leu uma mensagem e refletimos sobre Cidadania e Hospitalidade.
Fizemos um exercício de neurolinguística: Chart A, B, C - RA/RU - CHI
Assistimos: Motivando todos para a missão -

terça-feira, 30 de junho de 2009

Noturno - 18/06/09

Exposição de fotos - crianças; Quem sou eu?
Apresentação dos trabalhos de final de curso:
Recepção; Governança; e Alimentos & Bebidas.
Os trabalhos foram apresentados com excelente qualidade.
Agradeço toda a troca durante esses meses. Espero que continuem fazendo os cursos do Sinthoresp e nunca parem de aprender.
Foi uma experiência muito rica, com certeza crescemos pessoal e profissionalmente, pois partilhamos momentos especiais.
Que o Senhor Deus do Universo nos abençoe e o amor seja o nosso guia.
Grata por tudo.
Celly

Matutino - 17/06/09

Encerramento do curso:
Fotos; Quem sou eu?; Como você foi visto pelos colegas?
Apresentação dos Trabalhos de encerramento do curso:
Café da manhã; e Pousada 'Nunca é Tarde'.
A apresentação dos trabalhos foi excelente: Confirma, minha tese: "Ser educador é algo que transcende o profissional, é uma dádiva!"
Vocês fizeram a diferença e, tenho certeza, farão onde quer que estejam. Que o amor seja o nosso guia... sempre!
Qualidades percebidas pelos colegas:
Acir: Responsável, carismático, sincero, sincero, fala só o necessário, calmo, justo, justo e inteligente.
Martins: Perspicaz, humilde, persistente, sempre lutando p/ alcançar seus objetivos, esforçado, simpático e observador.
Nolita: Atenciosa, cuidadosa, estudiosa, meiga, vencedora, determinada, sincera, observadora e amiga, amiga.
Marlene: Simpática, humilde, simples, paciente, envolvente, otimista, sensível, sensível e aprendiz.
Márcia: Agradável, alto-astral, meiga, trabalhadora, batalhadora, tranquila, calma, marcante.
Cristiane: Determinada, vive intensamente, super-mãe, emotiva, super-inteligente, sincera, comunicativa, inteligente e inteligente.
Diego: Vitorioso, atencioso, simples, simpático, observador, inteligente, dinâmico, tem sede de conhecimento.
Élida: Inteligente, simpática, prestativa, ambiciosa (em busca do sucesso profissional), aplicada, decidida, autêntica e amiga.
Francisca: Superadora, alegre, brincalhona, sorridente, companheira, extrovertida, simpática.

SOBRE AMOR... AMO VOCÊS! FOI UMA EXPERIÊNCIA MUITO, MUITO ESPECIAL.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Vespertino: 16/06/09

Encerramento do curso: apresentações do evento final.
Temas: A&B e Festa Junina.
Processo de Alimentos e Bebidas: Atribuições da gerência de A&B; Chef Executivo; Legislação sanitária; Bares; Restaurantes; Festa Junina.
Exposição das fotos de crianças e redação: "Quem sou eu?" para reconhecimento dos colegas.
Confraternização no Sacha's Bar - Vila Madalena:
Dinâmica das qualidades:
Carol: Bom relacionamento pessoal; calma; bonita; inteligente; amiga; meiga; alegre; talentosa; extrovertida; gatinha; simpática; amiga;
Ricardo: risonho; alegre; simpático; divertido; simpático; inteligente; gente boa; observador; extrovertido.
Priscila: inteligente (5 vezes); bonita; criativa; humilde; gata; legal; simpática;
falante.
Iracilda:guerreira; flexível; Amiga; simpática; leal; fiel; boa pessoa; legal; elegante.
Niomedes: observador; vencedor; amigo; profissional; inteligente; boa pessoa; humilde; timido; trabalhador; extrovertido; inteligente.
Fabiana: timida; corajosa; simpática; legal; inteligente; amiga; séria; especial; alegre; boa pessoa; amorosa.
Sara: segura; alegre; linda; inteligente; simpática; amiga; amigavel; humilde; simpática; meiga.
Michel: comunicativo; tem vontade de crescer; sabe se expressar, amigo, leal, profissional; autêntico; amigavel; simpático (2 vezes)
Madalena: alegre; comunicativa; alegre; extrovertida; introvertida; envolvente; extrovertida; engraçada e simpática.
Vitor: extrovertido; atencioso; gente boa; simpático; extrovertido; profissional; inteligente; bem humorado; extrovertido; amigo; inteligente.
Pensamentos à doze mãos:
Momentos são pontos à eternidade. Pontos que não se apagam. Paz e amor, porque as pessoas são mais unidas. Tudo de bom, parabéns para vocês vencedores. As cortinas do espetáculo se fecham apenas após os aplausos, por isso jamais desista na primeira vaia. Sera? Felicidade por mais um sucesso. Felicidade se resume em momentos bons. Esse curso foi a melhor coisa que fiz. conheci novos amigos e abri muito a mente para novas idéias.
O ser humano às vezes precisa de uma reunião amigável para interagir em experiências para sentir-se livre e ter sonhos positivos e a consciência abundante.

OBRIGADA A TODOS! FOI M A R A V I L H O S O!!!!!!!!!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

AVISO - EVENTOS

FISPAL: 15 A 18 DE JUNHO DE 2009 - EXPO CENTER NORTE
4o SALÃO DO TURISMO - 01 A 05 DE JULHO - ANHEMBI

MATUTINO - 10/06/09

Dinâmica: Fotos x Quem sou eu x Quais qualidades me são atribuidas pelos colegas?
Entrega do 'case gerencial' individual.

VESPERTINO - 09/06/09

Case gerencial: A contratação da sua equipe para assumir algumas gerências, em um hotel em São Paulo, depende da análise, decisão e respectivas soluções para as situações abaixo diagnosticadas:
a) disponibilidade no fluxo de caixa até 28/05/09 = R$ 10.000,00
b) previsão de sobras no fluxo de junho = R$4.000,00 – se utilizado saldo anterior.
c) previsão de sobras no fluxo de julho = R$ 5.000,00 – se utilizado saldo anterior.
d) previsão de sobras no fluxo de agosto = R$ 8.000,00 – se utilizado saldo anterior.
e) Melhor aplicação no mercado oferece 1% a.m. (juros ativos)
f) Melhor juros para levantamento de empréstimo 4% (juros passivos)
g) Solicitação de compra para reposição de rouparia (setor de governança), para repor peças com desgaste sério – R$6.000,00.
(Melhor fornecedor c/ entrega imediata e pagamento p/ 30,60 e 90 dias);
h) Solicitação de modernização do equipamento de informática (melhor fornecedor p/ 30 e 60 dias) – R$ 12.000,00
i) Solicitação p/ modernização decoração restaurante (melhor fornecedor p/ vista, 30 e 60) – R$ 20,000,00
j) Solicitação de manutenção preventiva para parte elétrica (vista 50% e 30 dias) – R$ 5.000,00
k) Ocupação da área de eventos 40% na semana
l) Ocupação da área de eventos 0 – finais de semana
m) Ocupação da área de hospedagem na semana 60%
n) Ocupação da área de hospedagem – finais de semana 30%
o) Pesquisa de opinião aponta: frieza no atendimento da recepção; insatisfação quanto à limpeza nas unidades habitacionais; pouca diversidade nos itens de café da manhã; elogios quanto atendimento do restaurante, mensageiros, camareiras.
p) RH informa alta rotatividade de pessoal de limpeza;
q) Relatório de almoxarifado e estoque apontam: após troca de fornecedor de frango congelado (preço 10% menor) houve perda de 20% na produção; ocorrência de perdas por vencimento do prazo de validade; ocorrência de compras emergenciais p/ setor de Alimentos e Bebidas.
r) Perda de 10% de mercado no acumulado dos três últimos anos;
s) Preços estáveis compatíveis com a concorrência;
t) Hotel central – público de negócios (comerciantes do interior ou de outros estados e mesmo de outros paises – representam 60% da Ocupação; restante diversificado (casais, turista lazer: gls; terceira idade interessada no turismo histórico/cultural/gastronômico);
1) Suas decisões quanto às solicitações de compra.
2) Apontem sugestões para sanar as deficiências encontradas.
3) Apresentem propostas para a reversão de perda de mercado.
4) Você terceirizaria a Administração?
5) Você utilizaria o sistema de Franquia, se isto fosse viável, através de aumento de capital por parte dos sócios?

sexta-feira, 5 de junho de 2009

04/06/09 - NOTURNO

Cálculo da folha de pagamento; entrega por escrito e individual do Case gerencial; dsr; gorgetas; jogo forca velha; reunião das equipes para finalização do trabalho de final de curso.

03/06/09 - MATUTINO

Cálculo folha de pagamento. apostila: folha de pagamento; desafio: case gerencial; jogo forca velha.

02/06/09 - VESPERTINO

Cálculo da Folha de pagamento: Salário; salário família, vale transporte, inss, ir, adiantamento, fgts, d.s.r., hora extra, gorgetas e estimativa de gorgeta.
jogo revisão conhecimento: velha forca.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

15aula NOTURNO, 28/5/09

Avaliação do curso; professor; secretaria e coordenação.
Aviso 2a visita à Bovespa: 11/07/09 - 11 horas; Evento final: 18/06/09; formatura 25/06/09; pacote universitário; confraarteria.
Case Gerencial - trabalho em equipe - em sala; individual p/ próxima aula p/ escrito.
Exercício: cálculo folha pagamento - correção próxima aula

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Matutino - 15 aula - 27/05/09

Avaliação do curso; evento de final de curso 17/06/09; entrega de relatório final 24/06/09; formatura 25/06/09.
reunião das equipes para organização do trabalho final.
Visita à Bovespa; Passeio no Centro de São Paulo: Centro Cultural do Banco do Brasil; CEF Cultural e Pátio do Colégio.

Vespertino - 15a aula - 26/05/09

Avaliação curso
contabilidade - balanço/balancete
data evento de final de curso - 16/06/09; relato de aulas até 16/06/09;
formatura 25/06/09.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Balancete e balanço


21/05/09 - NOTURNO - 14A AULA

AVISO VISITA À BOVESPA - 27/05/09 ÀS 12 horas (quarta-feira) e 11/07/09 às 11 horas (sábado). Rua XV de Novembro, 275 (estação São Bento do Metrô);
dvd - Dianética;
Contabilidade: balancete e balanço - exercícios em sala.
Reunião das equipes - organização trabalho de conclusão de curso.
Equipe A&B se reunirá na Segunda às 17:30 (Rua São Bento, 525).

20/05/2009 - MATUTINO - 14 AULA

AVISO - VISITA À BOVESPA - 27/05/09 - 12 HORAS -
RUA XV DE NOVEMBRO, 275
DVD - DIANÉTICA;
CONTABILIDADE E EXERCÍCIOS.


quinta-feira, 21 de maio de 2009

VESPERTINO - 19/05/09 - 14a aula

DIANÉTICA - dvd
CONTABILIDADE - texto e explicação

CONTABILIDADE
Patrimônio
O patrimônio, objeto de estudo da ciência contábil, pode ser classificado como um conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a uma empresa ou entidade.
Na esfera empresarial três pontos se destacam:
a) externa o grau de risco – ao analisar o patrimônio de uma empresa, que está em constante mutação, percebemos o grau de risco em que se incorrerá, por exemplo, ao vender-lhes um bem a prazo ou emprestar dinheiro a alguém, como também adquirir ações ou quotas do seu capital;
b) externa a qualidade da administração – a empresa coloca à disposição da sua diretoria recursos para serem otimizados, e o patrimônio apresentado a cada encerramento de exercício apontará se a administração cumpriu o objetivo maior de uma empresa que é obter lucros;
c) base para tributação – ao auferir lucros, a empresa os incluirá na base de cálculo de impostos e contribuições, além de estar sujeita aos impostos inerentes à circulação de mercadorias e à prestação de serviços.
O estudo do patrimônio é fundamental para que se entenda como uma empresa é formada e, a partir desse ponto, como as variações dos atos e fatos administrativos influenciam sua variação. Por se tratar de uma organização dinâmica, a empresa tem seus elementos patrimoniais variando permanentemente e os seus resultados periódicos é que vão mostrar se a sua gestão está caminhando para um crescimento.
Por ter o patrimônio a função de externar riquezas, é necessário ter uma base econômica de mensuração, e esta base é o dinheiro. Um item só poderá compor o patrimônio se for mensurável em dinheiro; não sendo, deixa de integrar o patrimônio até que se tenha prova cabal de sua base monetária, sendo que um item será mensurável em dinheiro desde que se veja utilidade nele.
1.1 – Bens
Tudo o que pode ser avaliado em moeda e que satisfaça as necessidades humanas, sendo que, contabilmente, os bens devem ter valor de uso, troca ou consumo. Os bens de uma empresa podem ser classificados em materiais (tangíveis) ou imateriais (intangíveis).
a) materiais – aqueles que possuem matéria, corpo físico e existem como objeto. Podem ser divididos em bens móveis ou imóveis:
- movéis: são aqueles removíveis. Ex: mercadoria, máquinas, equipamentos, veículos, etc.
- imóveis: têm natureza fixa, não flexível: casas, terrenos, prédios, etc:
b) imateriais: bens incorpóreos caracterizados por gastos essenciais à operacionalização da empresa e cujo montante se torna direito de propriedade. Ex: marcas, patentes, gastos pré-operacionais, fundos de comércio, etc.

exemplo: empresa varejista de frutas e verduras
Veículo
Bem material móvel – valor de uso
Frutas e verduras
Bem material móvel – valor de troca
prateleiras
Bem material móvel – valor de uso
Ponto comercial
Bem imaterial – valor de uso
embalagem
Bem material móvel – valor de consumo
prédio
Bem material imóvel – valor de uso

1.2 – Direitos
Os direitos são todos valores que uma empresa tem a receber de terceiros. Podem ser considerados reais quando atribuem prerrogativas sobre um bem, como o direito à propriedade, ou obrigacionais, quando atribuem a alguém a faculdade de exigir de terceiros determinada prestação de cunho econômico, como o direito de exigir o pagamento de uma promissória. Atualmente o direito à propriedade é tratado, em termos contáveis como um BEM: nesse caso, sempre que uma empresa tiver valores a receber de outrem será caracterizado como um direito contábil.
Exemplos: duplicatas a receber, títulos a receber, promissórias a receber etc.

1.3 – Obrigações
São todos os compromissos assumidos com terceiros, de qualquer espécie ou natureza. É caracterizada por posse de bens ou direitos de terceiros, pois o direito de alguém é calcado na obrigação assumida por quem estiver de posse de seu bem ou direito. Exemplo: compra de mercadoria a prazo – quem estiver de posse da mercadoria tem a obrigação de pagá-la e quem vendeu tem o direito de recebe-la na data pré-fixada. Nesse caso o comprador terá obrigação caracterizada em “duplicatas a pagar” e o vendedor terá direito caracterizado em “duplicatas a receber”. Outra hipótese está no aluguel de um bem, cujo inquilino terá obrigação com “aluguel a pagar” e o proprietário terá direito sobre “aluguéis a receber”;
1.4 – Composição dos Elementos Patrimoniais
O patrimônio assume a composição determinada por lei:
Patrimônio
Ativo (+) Passivo (-)
Bens
Direitos Obrigações
O lado esquerdo do gráfico recebe o nome de ativo, que forma o conjunto de elementos positivos da empresa, pois é composto por bens e direitos. O direito recebe o nome de passivo, que forma o grupo dos elementos negativos da empresa, pois é composto por obrigações.
1.5 – Patrimônio Liquido
A diferença entre elementos ativos e passivos resulta no valor liquido do patrimônio.
PL= Bens + Direitos – Obrigações
Exemplos: Suponhamos que uma determinada empresa possua os seguintes elementos patrimoniais:
Caixa................ ...................R$ 1.500,00
Duplicatas à receber ............R$ 2.000,00
Móveis .................................R$ 1.500,00
Aluguéis a Pagar .................R$ 1.200,00
Impostos à Pagar .................R$ 1.800,00
Para apurarmos o patrimônio liquido é necessário classificar os bens, direitos e obrigações com os seus respectivos valores e a seguir aplicar a equação patrimonial:
Bens ....................................R$ 3.000,00
Direitos ...............................R$ 2.000,00
Obrigações ..........................R$ 3.000,00
Teremos: PL= R$ 3.000,00 + R$ 2.000,00 – R$ 3.000,00 = R$ 2.000,00
O patrimônio líquido inicia-se com os recursos dos sócios, acionistas ou proprietários, ao se constituir uma nova empresa. Esse valor inicial denominado Capital é que traz possibilidades para que a empresa comece a se operacionalizar. Quando os sócios constituem uma empresa com capital em dinheiro, o montante vai para o caixa, tornando possível adquirir outros bens, mercadorias, etc. o objetivo desse investimento por parte dos sócios é o lucro. Parte desse lucro deve ser distribuído entre os sócios como retorno do capital por eles investido. O patrimônio líquido origina-se de terceiros (sócios, acionistas, proprietários), deverá ser inserido nos elementos passivos.
Patrimônio
Ativo (+)
Passivo (-)
Bens
Direitos
Obrigações
Patrimônio Líquido




Exercício
Nos casos a seguir, elabore os gráficos patrimoniais, classificando-os em Ativo e Passivo, bens, direitos e obrigações e a seguir apure a situação liquida patrimonial.
a) elementos
aplicações financeiras.................................... 2.000,00
caixa............................................................... 3.000,00
clientes........................................................... 2.500,00
veículos ......................................................... 4.000,00
contas à pagar ............................................... 4.500,00
impostos a pagar .......................................... 2.500,00
1.6 – Formação do Patrimônio
O procedimento contábil deve atender a Lei 6.404/76 (Lei das S/As), que estabelece a maioria dos procedimentos contábeis no Brasil.
O documento que oficializa o surgimento de uma empresa, após o seu devido registro, é o Contrato Social, no caso das empresas constituídas por cotas de responsabilidade limitada, o Estatuto Social, no caso das sociedades por ações, e a Declaração de Firma Individual, em caso de empresa mercantil individual.
1) Início de uma empresa constituída como sociedade limitada, para explorar o ramo de atividade de comércio varejista de calçados, com capital inicial investido por três sócios no valor de R$ 15.000,00 em dinheiro, sendo R$ 5.000,00 de cada sócio.
Patrimônio
Ativo
Passivo
Caixa 15.000,00
Capital (PL) 15.000,00
Total 15.000,00
Total 15.000,00
Análise:
Caixa = aumentou o Ativo = entrada de um bem
Capital = aumentou o Passivo = compromisso com sócios
O elemento capital, por pertencer aos sócios, será contabilizado no passivo, pois se um sócio resolver sair da empresa, a mesma deverá devolver o valor investido, ou ainda, se todos os sócios resolverem dissolver a sociedade o capital seria integralmente devolvido a eles. Claro que ao investir na constituição de uma empresa as pessoas correm um risco. Caso a empresa tivesse prejuízo total a fosse dissolvida, os sócios nada receberiam.
2) A empresa adquire prateleiras, balcões e diversos utensílios, no valor de R$ 2000,00 à vista.

Patrimônio
Ativo
Passivo
Caixa........................................ 13.000,00
Móveis e Utensílios ................ 2.000,00
Capital (PL) ......................... 15.000,00
Total ........................................ 15.000
Total ..................................... 15.000
3) A empresa adquire calçados para a revenda; no valor de R$ 8.000,00 a prazo.
Patrimônio
Ativo
Passivo
Caixa 13.000
Móveis e utensílios 2.000
Estoque de mercadorias 8.000
Duplicadas a pagar 8.000
Capital (PL) 15.000
Total 23.000
Total 23.000
4) A empresa vende calçados a prazo, no valor de R$ 5.000
Patrimônio
Ativo
Passivo
Caixa 13.000
Móveis e utensílios 2.000
Estoque de mercadorias 3.000
Duplicadas a receber 5.000
Duplicatas a pagar 8.000
Capital (PL) 15.000
Total 23.000
Total 23.000



5) pagamento de duplicatas no valor de R$ 4.000,00

patrimônio
Ativo
Passivo
Caixa 9.000
Móveis e utensílios 2.000
Estoque de mercadorias 3.000
Duplicatas a receber 5.000
Duplicatas a pagar 4.000
Capital (PL) 15.000
Total 19.000
Total 19.000

Análise
Caixa = diminuiu o Ativo = pagamento em dinheiro
Duplicatas a pagar = diminuiu o Passivo = redução de obrigação
É fácil perceber que o caixa aumenta quando recebe dinheiro e diminui quando paga em dinheiro. As duplicatas a pagar diminuíram, pois a empresa saldou parte da dívida.
1.7 – Origens e aplicações dos recursos
A) Passivo – Origem dos Recursos: os recursos totais que estão à disposição da empresa se originam de duas fontes:
- recursos de terceiros: são os compromissos assumidos com terceiros que a empresa utiliza para girar o capital. Por exemplo: obrigações com pessoal, com fornecedores, obrigações fiscais e trabalhistas, ou ainda pela busca de financiamentos junto às instituições financeiras.
- Recursos próprios: são recursos adquiridos pelo investimento dos sócios ou pelo resultado de uma boa gestão em que a lucratividade faz com que o patrimônio líquido aumente.
B) Ativo – Aplicação dos Recursos: no ativo são aplicados todos os recursos oriundos do passivo. O Ativo pode ter esses recursos aplicados em seu Capital Circulante (elementos cujos valores circulam com maior rotatividade) ou em seu Capital Fixo (elementos cujos valores circulam com menor rotatividade). Vamos supor que uma empresa com baixo capital de giro (falta de dinheiro em caixa) busque um empréstimo junto a um banco; nesse caso a origem está no compromisso com terceiros – Banco – e a aplicação estará no caixa em forma de dinheiro. Durante o ano a empresa realiza operações de vendas cujo lucro está embutido, e os recursos recebidos pelas vendas vão sendo aplicados no ativo, como na compra de equipamentos, móveis, compra de mercadorias. No momento em que se levanta um Balanço Patrimonial, quando o lucro é apurado, o resultado obtido (lucro) já foi aplicado no ativo.– Outros termos dos grupos patrimoniais

sexta-feira, 15 de maio de 2009

13a Aula - Matutino 12/05; Verpertino 13/05 e Noturno 14/05

VISITA TÉCNICA AO HOTEL ESCOLA DO SINTHORESP;
BREVE - VISITA TÉCNICA AO NIKKEY PALACE HOTEL
(BREVE VISITA AO GINZA FLAT - TURMAS DA MANHÃ E TARDE)
AGRADECEMOS A HOSPITALIDADE E DEDICAÇÃO DA SRA. GERUSA NO SINTHORESP; AGRADECEMOS O CARINHO E ACOLHIMENTO DAS SRA. CIDA E SRA. DEISE NO NIKKEY.

ÀS CRIANÇAS: AGUARDO RELATÓRIO NA PRÓXIMA AULA.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

noturno - 07/05/09

Palestra cancelada - nova data será agendada. PEÇO DESCULPAS A TODOS.

Contabilidade: Patrimônio; Bens; Direitos; Obrigações; Ativo; Passivo; Patrimônio Líquido; Capital Social - até 1.8.
As equipes se reuniram para reformular os trabalhos de final de curso, em função da evasão que alterou o planejamento inicial.
Resolveram integrar todas as equipes em um único evento, no entanto, formaram-se 3 equipes para desenvolver os seguintes temas: Recepção/Reservas; Governança e Alimentos e Bebidas.

AVISO: PRÓXIMA AULA - VISITA TÉCNICA AO HOTEL ESCOLA. RUA TAGUÁ, 282 - METRÔ SÃO JOAQUIM - 18 HORAS, EM FRENTE AO SINDICATO.
ATÉ LÁ!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

matutino - 06/05/09 - 12 a aula

Próxima aula: Visita Técnica - Hotel Escola. Taguá, 282 - 8:30 horas. na entrada.

Contabilidade.

CONTABILIDADE
Patrimônio
O patrimônio, objeto de estudo da ciência contábil, pode ser classificado como um conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a uma empresa ou entidade.
Na esfera empresarial três pontos se destacam:
a) externa o grau de risco – ao analisar o patrimônio de uma empresa, que está em constante mutação, percebemos o grau de risco em que se incorrerá, por exemplo, ao vender-lhes um bem a prazo ou emprestar dinheiro a alguém, como também adquirir ações ou quotas do seu capital;
b) externa a qualidade da administração – a empresa coloca à disposição da sua diretoria recursos para serem otimizados, e o patrimônio apresentado a cada encerramento de exercício apontará se a administração cumpriu o objetivo maior de uma empresa que é obter lucros;
c) base para tributação – ao auferir lucros, a empresa os incluirá na base de cálculo de impostos e contribuições, além de estar sujeita aos impostos inerentes à circulação de mercadorias e à prestação de serviços.
O estudo do patrimônio é fundamental para que se entenda como uma empresa é formada e, a partir desse ponto, como as variações dos atos e fatos administrativos influenciam sua variação. Por se tratar de uma organização dinâmica, a empresa tem seus elementos patrimoniais variando permanentemente e os seus resultados periódicos é que vão mostrar se a sua gestão está caminhando para um crescimento.
Por ter o patrimônio a função de externar riquezas, é necessário ter uma base econômica de mensuração, e esta base é o dinheiro. Um item só poderá compor o patrimônio se for mensurável em dinheiro; não sendo, deixa de integrar o patrimônio até que se tenha prova cabal de sua base monetária, sendo que um item será mensurável em dinheiro desde que se veja utilidade nele.
1.1 – Bens
Tudo o que pode ser avaliado em moeda e que satisfaça as necessidades humanas, sendo que, contabilmente, os bens devem ter valor de uso, troca ou consumo. Os bens de uma empresa podem ser classificados em materiais (tangíveis) ou imateriais (intangíveis).
a) materiais – aqueles que possuem matéria, corpo físico e existem como objeto. Podem ser divididos em bens móveis ou imóveis:
- movéis: são aqueles removíveis. Ex: mercadoria, máquinas, equipamentos, veículos, etc.
- imóveis: têm natureza fixa, não flexível: casas, terrenos, prédios, etc:
b) imateriais: bens incorpóreos caracterizados por gastos essenciais à operacionalização da empresa e cujo montante se torna direito de propriedade. Ex: marcas, patentes, gastos pré-operacionais, fundos de comércio, etc.

exemplo: empresa varejista de frutas e verduras
Veículo = Bem material móvel – valor de uso
Frutas e verduras = Bem material móvel – valor de troca
prateleiras = Bem material móvel – valor de uso
Ponto comercial = Bem imaterial – valor de uso
embalagem = Bem material móvel – valor de consumo
prédio = Bem material imóvel – valor de uso

1.2 – Direitos
Os direitos são todos valores que uma empresa tem a receber de terceiros. Podem ser considerados reais quando atribuem prerrogativas sobre um bem, como o direito à propriedade, ou obrigacionais, quando atribuem a alguém a faculdade de exigir de terceiros determinada prestação de cunho econômico, como o direito de exigir o pagamento de uma promissória. Atualmente o direito à propriedade é tratado, em termos contáveis como um BEM: nesse caso, sempre que uma empresa tiver valores a receber de outrem será caracterizado como um direito contábil.
Exemplos: duplicatas a receber, títulos a receber, promissórias a receber etc.

1.3 – Obrigações
São todos os compromissos assumidos com terceiros, de qualquer espécie ou natureza. É caracterizada por posse de bens ou direitos de terceiros, pois o direito de alguém é calcado na obrigação assumida por quem estiver de posse de seu bem ou direito. Exemplo: compra de mercadoria a prazo – quem estiver de posse da mercadoria tem a obrigação de pagá-la e quem vendeu tem o direito de recebe-la na data pré-fixada. Nesse caso o comprador terá obrigação caracterizada em “duplicatas a pagar” e o vendedor terá direito caracterizado em “duplicatas a receber”. Outra hipótese está no aluguel de um bem, cujo inquilino terá obrigação com “aluguel a pagar” e o proprietário terá direito sobre “aluguéis a receber”;
1.4 – Composição dos Elementos Patrimoniais
O patrimônio assume a composição determinada por lei:
Patrimônio
Ativo (+) Passivo (-)
Bens
Direitos Obrigações
O lado esquerdo do gráfico recebe o nome de ativo, que forma o conjunto de elementos positivos da empresa, pois é composto por bens e direitos. O direito recebe o nome de passivo, que forma o grupo dos elementos negativos da empresa, pois é composto por obrigações.
1.5 – Patrimônio Liquido
A diferença entre elementos ativos e passivos resulta no valor liquido do patrimônio.
PL= Bens + Direitos – Obrigações
Exemplos: Suponhamos que uma determinada empresa possua os seguintes elementos patrimoniais:
Caixa................ ...................R$ 1.500,00
Duplicatas à receber ............R$ 2.000,00
Móveis .................................R$ 1.500,00
Aluguéis a Pagar .................R$ 1.200,00
Impostos à Pagar .................R$ 1.800,00
Para apurarmos o patrimônio liquido é necessário classificar os bens, direitos e obrigações com os seus respectivos valores e a seguir aplicar a equação patrimonial:
Bens ....................................R$ 3.000,00
Direitos ...............................R$ 2.000,00
Obrigações ..........................R$ 3.000,00
Teremos: PL= R$ 3.000,00 + R$ 2.000,00 – R$ 3.000,00 = R$ 2.000,00
O patrimônio líquido inicia-se com os recursos dos sócios, acionistas ou proprietários, ao se constituir uma nova empresa. Esse valor inicial denominado Capital é que traz possibilidades para que a empresa comece a se operacionalizar. Quando os sócios constituem uma empresa com capital em dinheiro, o montante vai para o caixa, tornando possível adquirir outros bens, mercadorias, etc. o objetivo desse investimento por parte dos sócios é o lucro. Parte desse lucro deve ser distribuído entre os sócios como retorno do capital por eles investido. O patrimônio líquido origina-se de terceiros (sócios, acionistas, proprietários), deverá ser inserido nos elementos passivos.
Patrimônio
Ativo (+) Passivo (-)
Bens
Direitos
Obrigações
Patrimônio Líquido

Exercício
Nos casos a seguir, elabore os gráficos patrimoniais, classificando-os em Ativo e Passivo, bens, direitos e obrigações e a seguir apure a situação liquida patrimonial.
a) elementos
aplicações financeiras.................................... 2.000,00
caixa............................................................... 3.000,00
clientes........................................................... 2.500,00
veículos ......................................................... 4.000,00
contas à pagar ............................................... 4.500,00
impostos a pagar .......................................... 2.500,00
1.6 – Formação do Patrimônio
O procedimento contábil deve atender a Lei 6.404/76 (Lei das S/As), que estabelece a maioria dos procedimentos contábeis no Brasil.
O documento que oficializa o surgimento de uma empresa, após o seu devido registro, é o Contrato Social, no caso das empresas constituídas por cotas de responsabilidade limitada, o Estatuto Social, no caso das sociedades por ações, e a Declaração de Firma Individual, em caso de empresa mercantil individual.

É fácil perceber que o caixa aumenta quando recebe dinheiro e diminui quando paga em dinheiro. As duplicatas a pagar diminuíram, pois a empresa saldou parte da dívida.

1.7 – Origens e aplicações dos recursos
A) Passivo – Origem dos Recursos: os recursos totais que estão à disposição da empresa se originam de duas fontes:
- recursos de terceiros: são os compromissos assumidos com terceiros que a empresa utiliza para girar o capital. Por exemplo: obrigações com pessoal, com fornecedores, obrigações fiscais e trabalhistas, ou ainda pela busca de financiamentos junto às instituições financeiras.
- Recursos próprios: são recursos adquiridos pelo investimento dos sócios ou pelo resultado de uma boa gestão em que a lucratividade faz com que o patrimônio líquido aumente.Ativo – Aplicação dos Recursos: no ativo são aplicados todos os recursos oriundos do passivo. O Ativo pode ter esses recursos aplicados em seu Capital Circulante (elementos cujos valores circulam com maior rotatividade) ou em seu Capital Fixo (elementos cujos valores circulam com menor rotatividade). Vamos supor que uma empresa com baixo capital de giro (falta de dinheiro em caixa) busque um empréstimo junto a um banco; nesse caso a origem está no compromisso com terceiros – Banco – e a aplicação estará no caixa em forma de dinheiro. Durante o ano a empresa realiza operações de vendas cujo lucro está embutido, e os recursos recebidos pelas vendas vão sendo aplicados no ativo, como na compra de equipamentos, móveis, compra de mercadorias. No momento em que se levanta um Balanço Patrimonial, quando o lucro é apurado, o resultado obtido (lucro) já foi aplicado no ativo.

Vespertino -05/06/09

Aula prática elaboração de ficha técnica e lanches frios.

aviso : próxima aula - visita técnica ao Hotel Escola. encontro as 16 horas, na rua Taguá, 282 - na entrada.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

AVISO - VISITAS TÉCNICAS

FORAM AGENDADAS AS VISITAS TÉCNICAS AO HOTEL ESCOLA SINTHORESP

VESPERTINO: 12/05/09 - 16 horas

MATUTINO: 13/05/09 - 9 horas

NOTURNO: 14/05/09 - 18 horas



NÃO FALTEM!!!!

Noturno - 30/04/09 - 11 aula

Aviso Palestra: Dr. Caio Cortez - 7/05/09 - 18 horas
* Vídeo "Pilotando o fogão" - participação do Prof. Aiglon Viviani
* Trabalho em equipe: Elaboração de ficha técnica a partir da montagem de lanches frios.
Aguardo ficha para publicação.
Solicitação: Fotos
AGENDADA VISITA TÉCNICA HOTEL ESCOLA - 14/05/09 - VISITA TÉCNICA AO HOTEL ESCOLA.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

O AMOR É TUDO

O AMOR É TUDO. DEUS É AMOR.

O AMOR É TUDO

Deus é amor. O Amor é tudo!

Matutino - 29/04/09 - 11a aula

Aviso: Palestra Dr. Caio Cortez, dia 07/05/09 - 18 horas na escola.
Solicitado: Fotos e relatório das 10 primeiras aulas.
* vídeo hotel no cinema;
* vídeo: Pilotando o fogão, com Prof. Chef Aiglon Viviani "Brachola sem Palito"
* Revisão da planilha de custos, refletindo o fluxo das operações desde a requisição, compra, estoque, ficha técnica, contabilidade, contas a pagar, até a apuração de custos e preço de venda.
* Trabalho em equipe: Ações visando o aumento da lucratividade.
1) Francisca, Martins, Acir, Fran e Cristiane: manter o camarão no cardápio, pois faz parte do grupo de peixes (público alvo); aumentar preço do camarão; diminuir custo (diminuindo a porção do camarão agregando acompanhamento); promover venda da massa - festival de massa com uma taça de vinho; incrementar a venda de vinhos; aumenta a venda p/ mesa; aumenta lucratividade.
2) Elida: Pesquisa de mercado; pesquisa fornecedores p/ baixar o custo do peixe e assim aumentar sua lucratividade; incentivar a venda de massas e frango - festival; baixar o custo do camarão e aumentar o seu preço de venda; promoção com estimulo à venda de vinho - fazer parceria c/ distribuidor de vinhos.
3) Domingos, Diego, Marlene, Marcia: Promoção do camarão, incluindo uma variedade "camarão c/ fettucchine" baixar o custo e aumentar as vendas.

Vespertino - 28/04/09

Aviso Palestra: "Esclarecimentos s/ Convenção", dia 07/05/09 - 18 horas, na escola.
- solicitação fotos de quando crianças e check list dos lanches p/ próxima aula;
* Apuração de custos: Custo Variável; Lucro Bruto; Custo Fixo; Lucro Líquido;
* trabalho em equipe: Considerando a planilha de custos que atitudes tomaria para aumentar a lucratividade do restaurante?
1) Vitor, Priscila, Dulcineide e Niomedes: Pesquisa com fornecedores para diminuir o custo; acrescentar prato similar de massa; pesquisa de opinião; promoções p/ incrementar vendas.
2) Ricardo, Michel, Caroline, Sara e Madalena: Melhorar as compras, buscando novos fornecedores; aumentar o preço do camarão; promoção massa e vinho; qualificar pessoal do restaurante para melhorar as vendas e premiações.
3) Fabiana, Iracilda e Silvaneide: Promoções; buscar baixar custo variável - novos fornecedores; baixar o custo do prato mais vendido; promoções p/ incrementar a venda de massas; treinamento dos garçons p/ aumentar vendas.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Relato de Visita Técnica ao San Raphael - Turma matutina

Agradeço à Cristiane pelo belo relato. Parabéns!! (mais um dez...) Segue o texto. Celly
Relatório : Visita Técnica Hotel San Raphael - Largo do Arouche – São Paulo
Data: 08/04/09 das 08:30hr às 11:00hr.

Por: Cristiane Valera

Fomos recepcionados pelo Gerente Geral Sr. Erivan Dantas que esta no San Raphael há 23 anos, nos falou um pouco sobre o hotel mas, principalmente nos mostrou o lado humano e sensível de como o hotel é administrado.
Depois desfrutamos de um delicioso coffee break, posteriormente fomos apresentados a Srta. Jô – Gerente de RH que esta no San Raphael há 33 anos uma profissional brilhante realmente uma gerente coach que utiliza-se de sua própria experiência para estimular, compreender e inspirar o outro a dar o melhor de si, que conhece realmente como gerenciar equipes, mantendo-a motivada e estimulada mostrando uma direção, credibilidade e um encorajamento genuíno liderado pelo coração pois, seus olhos brilham ao falar sobre sua profissão e do hotel.

O San Raphael hotel é realmente uma referencia para o mercado hoteleiro, pois visa a satisfação total dos clientes internos e externos.
Internos (profissionais – quadro de funcionários): onde trabalham com ética e respeito, se preocupam em manter os profissionais capacitados ( treinamentos semestral para chefes e gerentes – treinamento da habilidade operacional qdo necessário especifico para os departamentos governança, recepção, restaurante, cozinha, lavanderia e PABX – acompanhamento semanal com consultoria no depto de marketing e vendas – treinamentos trimestrais para todos os departamentos de atendimento ao cliente, motivação, comunicação, trabalho em equipe e administração do tempo), motivados (prêmios para camareira –andar mais limpo, garçom do mês, depto com zero reclamação dos hospedes) e comprometidos (através de incentivo de melhoria de cargos e salários dentro do próprio hotel – sua filosofia já que não terceirizam mão-de-obra pois, não compartilham dos valores do hotel), monitorando os resultados através de reuniões departamentais com o diretor pelo menos uma vez por mês, assim como através de pesquisa de opinião deixada em cada quarto (onde o hospede pode indicar um funcionário pelo atendimento e serviço prestado) e através desta pesquisa a cada indicação o funcionário recebe um certificado e é parabenizado publicamente, o funcionário que mais recebe indicações no final do ano recebe o prêmio de Funcionário Cortez do Ano e uma viagem de 04 dias com acompanhante. Outra particularidade interessante é a reciclagem de lixo e alumínio que alem de ser uma responsabilidade social o dinheiro vai sendo direcionado para uma conta que no final do ano se junta com o valor ofertado pela diretoria e se faz um festa maravilhosa de final de ano com direito a prêmios de primeira qualidade para os funcionários do hotel.
Externos (hospedes): Para os hospedes o San Raphael é extraordinário pois, se preocupa com os mínimos detalhes para que o hospede não sinta falta de nada, além de surpreendê-lo ( um hospede que sai antes do café da manhã se oferece o desjejum com a opção de levar o café da manhã em uma sacola ou até mesmo tomar o café no quarto ou então outro cuidado é qdo um hospede pede para ser acordado pelo hotel e o mesmo é chamado pelo nome, diz a temperatura e no caso de estar chovendo já é indicado aonde ele pode adquirir um guarda-chuva ) são estes pequenos cuidados que fazem a diferença.
Banheiro restaurante : possue listerine (para o caso do usuário ter uma reunião e ter esquecido a pasta e escova de dentes), maquina de limpar (polir) sapatos, banheiro para deficientes muito bem equipado.
Banheiros dos quartos: todos muito bem ventilados (claros), com hidromassagem.
Possuem 214 apartamentos (450 leitos): dentre eles temos quartos para alérgicos (não possuem tapetes), quartos para não fumantes, todos os quartos estão equipados com sinal para capitação de banda-larga wirelless, secador de cabelos, cofre individual (cód e senha independente criado pelo próprio cliente – além do cofre da recepção), frigobar abastecido, TV a cabo.
Alimentação (restaurante): Trabalham dentro do manual de procedimentos e de boas práticas de vigilância sanitária de alimentos, portanto, não sai nada quente abaixo de 90°C para consumo. Todos os produtos são etiquetados e se vier a ocorrer de algum cliente dizer que passou mal com algum alimento consumido no hotel, se consegue efetuar um laudo após analise do produto e comprovação da isenção do hotel perante o fato. Todos os fornecedores cadastrados também possuem as mesmas normas.
Preços: tentam praticar preços justos para o mercado mas, não conseguem abaixar muito pois, trabalham com toda a documentação em dia e produtos de ponta.
Licitações: Poucos hotéis no estado de São Paulo podem participar de licitações pois, não trabalham com toda documentação em dia e mais uma vez o San Raphael sai na frente e ganha varias licitações para convenções pois, além da ótima localização, possui ótimo espaço nas suítes e muito conforto.
Serviços oferecidos: hospedagens, convenções, restaurante, café da manhã, choperia, lavanderia, acordo com teatros, city tour, salão de cabeleireiros, bussines Center, serviço de concierge, telefonista bilíngüe, estacionamento e room sérvice 24hr.

Particularidades do Hotel San Raphael
Tipo: Negócios e Convenções
Proprietários: 02 (inclusive tivemos a grata surpresa de também conhecermos pessoalmente o Sr.Raphael, e neste momento tive absoluta certeza de como o San Raphael consegue ser o melhor hotel da cidade de SP desde 1970 pois, o Sr. Raphael tem uma aura muito boa e consegue transmitir credibilidade e confiança no olhar).
Classificação: 04 estrelas (somente não é 05 estrelas pois, não possui disponibilidade estrutural para uma piscina),
Taxa de ocupação no mês de Março / 09 : 65%
Responsabilidade social: além da reciclagem de lixo e alumínio, substituíram a energia elétrica por caldeiras com gás natural, economizam água com torneiras modernas de baixa vazão, e qdo o hospede esquece algo no quarto após 06 meses vão para doação de entidade credenciadas.
Departamento Marketing : se utiliza de mala direta, telemarketing, prospecção de mercado através de visitas, feiras, jornais, televisão e revistas.
Principais concorrentes: Bourbon, Confort, Normandi, Ecelsior e Jaraguá.
Lavanderia: Lavam 32 toneladas de roupa por mês (possuem 06 funcionários)
Gestão de RH: dentro do próprio hotel.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

NOTURNO - 23/04/09 - 10 aula

Comentários sobre a Visita Técnica ao San Raphael Hotéis. Elogios à decoração, equipamento, atendimento e, principalmente, à hospitalidade da Sra. Jô - Gerente de RH;
* Vídeo: Hotel no cinema - Senac;
* Processo de A&B: Fator de Correção; Controle de Estoque; Ficha Técnica; Apuração dos Custos - Cardápio; Custo Variável; Custo Fixo; Lucro Bruto; Lucro Líquido.
* Preparar check-list para elaboração de sanduíce frio que será montado na próxima aula, objetivando preenchimento de ficha técnica e formação de preço de venda;
* Solicitou-se fotos da infância, trazer na próxima aula.
* Redação: Quem sou eu?

AVISO - PALESTRA / 07/05/09

PALESTRA COM O DR. CAIO CORTEZ
"ESCLARECIMENTOS SOBRE A CONVENÇÃO" - DIREITOS DOS TRABALHADORES.
07/05/09 - 18 HORAS - ESCOLA DE HOTELARIA - SALA DE AULA

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Tabela apuração de custos

click na figura para ampliar.

MATUTINO - 22/04/09 - 10 AULA

APURAÇÃO DOS CUSTOS - CARDÁPIO
CUSTO VARIÁVEL; LUCRO BRUTO; CUSTO FIXO; LUCRO LIQUIDO
PRÁTICA - SANDUÍCHE FRIO: CHECK LIST; FICHA TÉCNICA; ELABORAÇÃO.

PRÓXIMA AULA: LEMBRAR DE TRAZER FOTOS DE QUANDO CRIANÇA; RELATÓRIOS PENDENTES.

MATUTINO - 15/04/09 - 9 AULA

* VÍDEO - COZINHA COMERCIAL
FATOR DE CORREÇÃO
CONTROLE ESTOQUE
FICHA TECNICA
REDAÇÃO: QUEM SOU EU?
RELATÓRIO: VISITA TÉCNICA SAN RAPHAEL
PALESTRA: COORDENADORA JANAÍNA
PRÓXIMA AULA: TRAZER FOTO DE QUANDO CRIANÇA; CHECK LIST P/ ELABORAÇÃO SANDUÍCHE FRIO - P/ PRÁTICA DA FICHA TÉCNICA.
Custos na produção de alimentos
O resultado, produtividade e lucratividade do setor estão condicionados à observância de alguns aspectos: comprar produtos de boa qualidade; controlar a compra das mercadorias: frescor, peso e preço; estocar as mercadorias em locais adequados; controlar as porções; controlar as aparas, perdas e lixo; usar as fichas técnicas; acompanhar a produção; fazer seguir os métodos de cocção.
Para se definir o preço de um prato faz-se necessário apurar o seu custo, que é o resultado da soma dos custos de mercadorias, mão-de-obra, gastos gerais, e da lucratividade desejada.
Em geral, um produto adquirido para a produção de um prato além do ingrediente básico que será transformado em alimento, outros itens serão refugados, como o caso de algumas cascas, sementes, cabos, peles, etc.
Há perda do produto decorrente do processo de transformação. Essa perda deve ser considerada para o cálculo do custo e na quantidade de materiais que deverá ser aplicada na produção para se obter um volume desejado no produto final por pessoa.
Para esse cálculo utiliza-se o índice do Fator de Correção:

Fator de Correção (FC) = peso bruto
peso líquido
Apuração dos custos e preços dos pratos do cardápio
- do livro: Restaurante: técnicas e processos de administração e operação, de Luiz C. Zenella e Índio Cândido. (p.293-298)
A análise dos pratos que compõem o cardápio abrande os seguintes aspectos:
· custo dos pratos;
· preços de venda;
· quantidade de pratos vendidos;
· lucratividade de cada prato;
· lucratividade total.

9 aula - VESPERTINO - 14/04/09

aviso: Não haverá aula, no dia 21/04/09.
Solicitamos: foto de quando criança p/ próxima aula; fazer check-list para elaboração de sanduíche frio - prática de ficha técnica.
Conteúdo: Ficha de estoque / controle estoque; Ficha técnica; fator de correção; relatório visita técnica; redação: Quem sou eu?

NOTURNO - VISITA TÉCNICA - 16/04/09

Cada visita ao San Rapahel é singular, apesar de já conhecer o equipamento, a excelência no atendimento, a hospitalidade da Sra. Jô e do Sr. Erivan, novas emoções formatam uma experiência única. Como que viajar no mundo, profundo, dos valores, aqueles recebidos no berço familiar, gravados em nosso DNA pelo criador, e que tantas vezes são subjugados nos lugares e tempos da sociedade globalizada. A guerra fria que muitas vezes, sem querer travamos, nos dias e noites nos quais buscamos o sentido da vida; nessa escola que é viver e sobreviver no mundo de homens, quase que, robotizados, amarelados de poder, usura e mentiras. Como ter a pureza da verdade, dos reais valores da vida, da plenitude de estar e ser vivo. Existe pessoa, existe alma, existe amor, Deus existe!
Deus existe porque o amor vence, a cada dia, a cada lágrima que ousamos chorar, a cada riso emocionado que permitimos nascer.
Aliás essa visita técnica, deve ter outro nome: Viagem à hospitalidade. Lugares como paraísos e pessoas como anjos. Como é bom ver na matéria a espiritualidade dos filhos de Deus. Encontrar luz em pessoas. Não têm preço, sim a inesquecível experiência de ser recebido com carinho, amor, dedicação; viver o tempo de pessoas tão especiais, participar de suas vidas, chorar sem dor, chorar o sentimento feliz de crer no amor.

Mais uma vez: Obrigada Jô! Que o criador continue conduzindo seus passos.
Te amamos
Celly, Áurea, Sandra, Ismael, Roseli, Lucia, Jacilia, Jacimar, Josimar, Tais, Cleiton, Adeci, Adriana, Ana Paula, Ari, Cíntia, Jorge, Luciana, Luana, Ailgon Viviani.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

quarta-feira, 8 de abril de 2009

8 a - MATUTINO - 08/04/09

VISITA TÉCNICA - SAN RAPHAEL HOTÉIS

Fomos recebidos pelo gerente geral Sr. Erivan Dantas e acompanhados pela Sra. Jô, gerente de RH.
Surpreendente. É a palavra que melhor expressa o atendimento que recebemos, durante a visita técnica realizada no San Raphael. O acolhimento, o carinho, a dedicação dos colaboradores e, em especial, do Sr. Erivan e da Sra. Jô, simplesmente supera qualquer expectativa. Durante duas horas pudemos conhecer as instalações do hotel, bem como saborear o coffee-break ‘up-grade” com todos os itens feitos na própria cozinha – d e l i c i a s – o restaurante, cuidadosamente decorado, miscigina aconchego e requinte, tradição e inovação. Surpreende o sabor, os sorrisos, o calor humano de toda equipe. Conhecemos e experimentamos a hospitalidade no seu sentido mais amplo. A Escola: professora e docentes agradecem a inesquecível lição de amor. Obrigada Jô. Grata Erivan. Parabéns a toda equipe San Raphael.

8a aula - VESPERTINO - 07/04/2009

VISITA TÉCNICA - SAN RAPHAEL HOTÉIS

Fomos recebidos e acompanhados na visita pela gerente de RH, Sra. Jô.
Surpreendente. É a palavra que melhor expressa o atendimento que recebemos, durante a visita técnica realizada no San Raphael. O acolhimento, o carinho, a dedicação dos colaboradores e, em especial, da Sra. Jô, simplesmente supera qualquer expectativa. Durante duas horas pudemos conhecer as instalações do hotel, bem como saborear o coffee-break ‘up-grade” com todos os itens feitos na própria cozinha – d e l i c i a s – o restaurante, cuidadosamente decorado, miscigina aconchego e requinte, tradição e inovação. Surpreende o sabor, os sorrisos, o calor humano de toda equipe. Conhecemos e experimentamos a hospitalidade no seu sentido mais amplo. A Escola: professora e docentes agradecem a inesquecível lição de amor. Obrigada Jô.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

7a aula - NOTURNO

Aviso: Nova data Visita Técnica: 16/04/09 - 18 horas - San Rapael Hotéis - Largo do Arouche, 150;
1) Entrega da atividade individual: comentários s/ palestra Sra. Janaína e o que espero desse curso;
2) Processo de Hospedagem: Governança - vídeo (treinamento de camareiras); Organograma do setor.
3) Apresentação trabalho em equipe: Prioridades na abertura de um negócio. Equipe 1 (Tais, Leomar, Cleiton, Ismael, Luciana e Sandra): Lanchonete temática "Amigos do Futebol" - diferenciais:inovação, decoração, uniforme, atendimento, cardápio variado (nome de times e jogadores); divulgação revistas especializadas e jornais esportes.
Equipe 2 (Jorge Peterson, Adeci, Mari, Aurea): Motel 'Desejos' - localização de fácil acesso - central - diferenciais: ampla recepção, sala espera, loja de conveniências, todas uhs com hidro e frigobar, motel boutique (cada uh com temática e decoração diferenciada: ex. suíte anos 60, suite Havai; suíte c/ sala estar e c/ sala p/festas c/ champagne, frutas, camisinhas com sabores, etc).
Equipe 3: (Zuleide, Adriana, Jacimar, Josimar, Lucia, Jacila, Marcelo) - Centro de Beleza e estética: diferenciais: Espaço p/ toda família (homens, mulheres e crianças); snock bar; cyber café, monitores p/crianças; atendimento rápido c/ agendamento; excelência no atendimento.
4) Apostila: Desenvolvimento Comportamental: Simulação de Perturbações Comportamentais e possiveis soluções - em equipe.
Equipe 1 - Case" Recepção"- (Arrogância e orgulho); Case "Restaurante" patologias - arrogância, inveja, apego; Case "UH" - apego (câmara).

PRÓXIMA AULA - TRAZER CALCULADORA